Borussia se irrita com interesse do Bayern por Reus

Clube bávaro estaria atento ao término do contrato do jogador para tentar a contratação dele no ano que vem

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Meia atacante seguiria os passos de Mário Götze e Lewandowski, que trocaram a cidade de Dortmund por Munique
Reprodução Facebook
Meia atacante seguiria os passos de Mário Götze e Lewandowski, que trocaram a cidade de Dortmund por Munique

A possibilidade do Bayern de Munique de tirar mais um dos principais jogadores do Borussia Dortmund aumentou o clima de tensão entre os rivais alemães. Nesta quarta-feira, o diretor administrativo do Borussia, Hans-Joachim Watze, criticou o presidente do Bayern, Karl-Heinz Rummenigge, pelas declarações dadas sobre jogadores que tem contrato com o seu clube, mais especificamente o meia-atacante Marco Reus.  "O Borussia Dortmund tem assistido com certo desconforto às declarações que Karl-Heinz Rummenigge fez à imprensa sobre assuntos internos do Borussia Dortmund. Estamos seguros que para todos os interessados no futebol, está clara que intenção está por trás de tais declarações", disse o dirigente em nota publicada no site oficial do Borussia  Watze alertou que essas declarações só pioram o relacionamento do seu clube com o Bayern. "Com seu comportamento, Rummenigge continua deteriorando as já tensas relações entre o Borussia Dortmund e o Bayern de Munique. Como empregadores, também nos manteremos no futuro na nossa linha e nunca faremos declarações públicas sobre detalhes contratuais dos nossos funcionários", concluiu. 

A declaração de Watze é uma resposta direta aos comentários feitos por Rummenigge sobre Reus, que tem contrato com o Borussia até 2017. De acordo com o dirigente do Bayern, o jogador poderia deixar o clube no próximo ano por 25 milhões de euros (aproximadamente R$ 76 milhões), um valor considerado bem abaixo do estimado pelo mercado.  Anteriormente, o Bayern aproveitou a cláusula de rescisão para contratar o meia Mario Götze há um ano. Para a próxima temporada o clube se reforçou com o atacante Robert Lewandowski, que deixou o Borussia gratuitamente, com o encerramento do seu contrato.

Leia tudo sobre: Marco ReusalemãoBorussiaBayern de MuniqueAlemanha