Votação sobre caso Vargas é adiada

A sessão precisou ser suspensa porque teve início a ordem do dia no plenário da Casa, momento no qual projetos que tramitam são colocados em votação

iG Minas Gerais |

Brasília. O Conselho de Ética da Câmara dos Deputados suspendeu, ontem, sessão de mais de três horas destinada à leitura do voto do deputado Júlio Delgado (PSB-MG) sobre o processo aberto contra o deputado André Vargas (sem partido-PR). A suspensão ocorreu logo após ser lido o relatório de Delgado, que é relator do caso, mas antes de o deputado anunciar que punição propõe para Vargas.  

A sessão precisou ser suspensa porque teve início a ordem do dia no plenário da Casa, momento no qual projetos que tramitam são colocados em votação. O presidente do Conselho, deputado Ricardo Izar (PSD-SP) determinou que a leitura do voto seja feita na manhã de hoje. O documento chegou a ser aberto, mas voltou a ser lacrado.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave