Resultado de pesagem varia em cada posto

Segundo ele, o sindicato nacional enviou documento à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), informando as queixas

iG Minas Gerais | Bárbara Ferreira |

O Sindicato dos Transportadores Autônomos de Carga de Minas Gerais (Sinditac) informou que são frequentes os problemas nas balanças do Estado, como relatos de diferenças em pesagens de um equipamento e outro. “Recebemos vários relatos de motoristas que param em mais de uma balança durante uma mesma viagem, e cada uma delas indica um peso diferente. Isso causa muitas multas desnecessárias”, afirma o presidente da entidade, Antônio Vander Silva Reis.  

Segundo ele, o sindicato nacional enviou documento à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), informando as queixas. A agência informou que, por obrigação contratual com as concessionárias, os equipamentos devem ser mantidos aferidos pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro).

No caso das balanças sob responsabilidade do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit), o Inmetro é acionado pelo orgão. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave