Gareca breca acerto de lateral Gabriel com o Palmeiras

Empresário e pai do atleta, o ex-jogador Wladimir, admitiu a negociação e a interferência do técnico argentino

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

O Palmeiras por pouco não contratou o lateral-direito Gabriel, de 33 anos, ex-São Paulo, Fluminense, Grêmio e Internacional, antes da Copa do Mundo. O acordo ainda pode sair, mas a chegada de Ricardo Gareca fez com que a negociação se tornasse muito mais complicada. O treinador não está animado com a possibilidade de contar com o jogador, principalmente por desconhecer o seu futebol.

O empresário e pai de Gabriel, o ex-jogador Wladimir, admite a negociação e a interferência de Gareca. "Antes da Copa começamos a conversar sobre o assunto com o Palmeiras. A conversa deu uma esfriada e agora parece que voltou a esquentar. A chegada do argentino emperrou a negociação", disse o agente, à reportagem.

Segundo Wladimir, a falta de conhecimento no futebol do filho é o responsável pela dificuldade na negociação. "Ele não conhece o Gabriel. Esse é o principal motivo para estancar o assunto", completou.

Quando chegou ao Palmeiras, Gareca foi apresentado aos jogadores e ficou ciente da situação de algumas negociações, entre elas a de Gabriel. Ao ser indagado sobre o lateral, o treinador torceu o nariz pelo fato de não conhecê-lo, por saber que ele estava há cinco meses sem jogar e que já tinha 32 anos, na época. Era necessário convencer o treinador que o lateral seria uma boa, algo que, pelo menos até agora, não aconteceu.

Gabriel não joga desde o fim do ano passado, quando defendeu o Internacional no Campeonato Brasileiro. O último jogo dele pelo time gaúcho foi no dia 3 de novembro de 2013, pela 32.ª rodada, quando enfrentou o Atlético-PR, fora de casa. Ao término da competição, não teve o contrato renovado e decidiu se aventurar em terras norte-americanas. Comprou um apartamento nos Estados Unidos e tentou o acerto com algum clube local. "Ele ficou um tempo por lá, mas não rolou, porque a negociação tinha que ser através da Liga e não teria como ele fazer isso", explicou o pai do atleta.

O lateral dá prioridade ao Palmeiras e seu pai garante que ele tem proposta da Europa. "Tem a perspectiva de ir embora, só que ele quer ficar. O Gabriel tem um garotinho de um mês e meio e está querendo ficar com a família", explicou.

Leia tudo sobre: palmeirasverdãocampeonato brasileirogareca