Secretário de Meio Ambiente é preso por caça ilegal no Sul de Minas

Polícia Militar de Meio Ambiente cumpriu mandado de busca e apreensão na casa do político e encontrou cerca de 5 kg de carne de capivara, além de arma e munição

iG Minas Gerais | Fernanda Viegas |

O secretário municipal de Meio Ambiente de Arceburgo, no Sul de Minas, foi preso suspeito de realizar caça ilegal, nessa segunda-feira (4). A Polícia Militar de Meio Ambiente cumpriu mandado de busca e apreensão na casa de João Carlos de Souza Dias, 57, e apreendeu uma arma, munição e cerca de 5 kg de carne de capivara. Outras duas pessoas também teria sido detidas durante a operação.

De acordo com o boletim de ocorrência registrado pela polícia, na casa de Dias, na zona rural da cidade, foram apreendidas uma espingarda calibre 28, quatro balas do mesmo calibre, nove de calibre 38, cinco de calibre 380, além de cerca de 5 kg de carne de capivara dentro de um freezer na varanda do imóvel.

Dias não possui o registro da arma e, quanto a carne, alegou que o animal foi abatido pelos cães e que ele só aproveitou a carne depois. O suspeito foi encaminhado para a Delegacia de Monte Santo de Minas para prestar esclarecimentos.

A reportagem não localizou o secretário, mas conversou com o prefeito da cidade, Antônio Gregório Militão (PSDB), que disse não saber bem o que aconteceu. “Eu ouvi falar no assunto, mas ainda não peguei a ocorrência (...) Eu não sabia se ele caçava”, declarou. Militão disse que ainda terá que avaliar a situação para ver se tomará alguma atitude em relação ao outro político.