Instagram lança app de fotos que desaparecem

Imagens enviadas não ficam no celular alheio, elas se autodestroem

iG Minas Gerais |

Usuário só precisa segurar e soltar para enviar
Instagram/Divulgação
Usuário só precisa segurar e soltar para enviar

SÃO PAULO. O Instagram, empresa dona da rede social fotográfica de mesmo nome e que pertence ao Facebook, divulgou um novo aplicativo de troca de fotos para Android e iOS chamado “Bolt”. Seu funcionamento lembra o dos concorrentes Snapchat e Taptalk e o do app “primo” Slingshot, lançado no mês passado pelo Facebook. A nova ferramenta é um aplicativo de imagens temporárias, em que o usuário pode enviar fotos para seus contatos sem a preocupação de a imagem ficar guardada no celular alheio. A imagem se autodestrói segundos após o envio.

Inicialmente, ele estará disponível somente na África do Sul, na Nova Zelândia e em Cingapura. A companhia promete lançá-lo em outros países “em breve”. “O Instagram tem 65% de seus usuários fora dos Estados Unidos, então um lançamento internacional, ainda que diferente, não difere tanto do que fazemos (costumeiramente)”, disse um porta-voz do Instagram ao site The Verge.

Segundo o site, a escolha dos três mercados tem a ver com sua diversidade geográfica e a grande proporção de usuários de internet locais.

Diferentemente do Slingshot, o Bolt permite o envio de só uma foto por pessoa, por vez. O editor de texto dos dois aplicativos é o mesmo e permite a inserção de palavras ou frases no estilo “meme”, as piadas visuais amplamente difundidas.

Antes do Slingshot e do Bolt, em 2012, o Facebook lançou um app com basicamente as mesmas funções que o Snapchat. Mal-sucedido, o Poke foi descontinuado em maio deste ano.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave