Drive-thru de pão terá quatro lojas franqueadas em BH

Investimento inicial no negócio é a partir de R$ 125 mil

iG Minas Gerais | Janine Horta |

Drive-thru. Motoristas levam cerca de um minuto para comprar pão e outros itens sem saírem  do carro
Pão to Go/Divulgação
Drive-thru. Motoristas levam cerca de um minuto para comprar pão e outros itens sem saírem do carro

Belo Horizonte vai ganhar nos próximos meses pelo menos quatro lojas de uma franquia de padaria que funciona de maneira bem diferente da que temos hoje na maioria dos bairros. Trata-se da Pão To Go, que pretende colocar o pão no caminho das pessoas que estão indo para o trabalho ou para casa. Como numa rede de fast-food, o cliente passa de carro, pede, paga e recebe a compra sem sair do veículo.

A franquia pode funcionar em três formatos: o drive-thru, em que o cliente não desce do carro, paga numa janela e pega o produto na próxima; walk- thru, que na verdade é um pequeno quiosque para atender o cliente a pé, saindo de metrô, ônibus ou trem; e em formato cafeteria, porém também pequena, adequada para ser instalada em uma rodoviária ou em locais de grande movimento de pessoas.

Nas duas primeiras opções o cliente compra para levar para casa. Na terceira, o lanche pode ser feito lá mesmo. “A ideia é que o pão esteja no caminho do cliente, evitando que ele tenha o trabalho de atravessar a rua, ou chegando em casa tenha que sair de novo para ir à padaria”, fala o idealizador e dono da franquia, Tom Ricetti. Ele teve a ideia do drive- thru depois de levar mais de uma hora para comprar dez pãezinhos num supermercado. Ele disse que uma das lojas deve ser na Savassi. Os locais das outras três ainda serão definidos.

Os pães da Pão To Go não são de fabricação própria. Ele compra o produto congelado de fornecedores parceiros. Entre as opções, estão pão francês, frios, leite, manteiga, café, sucos, água, balas e até cigarro.

Veja como funciona

Ricetti abriu a primeira loja em estilo drive thru em São Carlos, interior paulista. Hoje tem três lojas próprias e 13 franqueadas em São Paulo, Minas Gerais, Brasília e Ceará. “Desde que comecei, recebi tantas consultas que resolvi investir nas franquias. Hoje tenho cerca de 6.000 contatos de pessoas interessadas em abrir lojas Pão To Go em todo o Brasil”, conta Ricetti. O investimento na franquia nos modelos drive thru e walk-thru é de R$ 125 mil, com a loja completa, produtos e capital de giro. Somente a cafeteria é mais cara – R$ 195 mil –, porque o estabelecimento é maior, a partir de 16 m². O franqueado também recebe treinamento para os funcionários, que devem ser dois por turno. “É um investimento mais baixo que outras franquias de alimentação, que geralmente custam em torno de R$ 300 mil. Como nosso custo é baixo, o faturamento gira entre R$ 45 mil e R$ 75 mil por mês, com 20% de lucro”, detalha.

Há também entrega por drones

Em BH

Mercado. De acordo com Tom Ricetti, as quatro novas lojas de Belo Horizonte serão do modelo drive-thru, mas a capital mineira tem mercado para pelo menos 15 franquias.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave