Falta de ventos adia regatas de evento-teste no Rio de Janeiro

Nesta segunda, quando a competição começaria para valer, ficou comprovada a necessidade de conhecer a raia: não houve vendo para a realização das regatas

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Organizadores contam com uma frente fria que vai chegar ao Rio na noite desta segunda-feira
RIo 2016 / Alex Ferro
Organizadores contam com uma frente fria que vai chegar ao Rio na noite desta segunda-feira

A vela é uma das modalidades em que é mais importante para o atleta conhecer o local de competição. Não à toa, foi escolhida como a primeira a realizar evento-teste no Rio visando os Jogos Olímpicos de 2016. Nesta segunda, quando a competição começaria para valer, ficou comprovada a necessidade de conhecer a raia: não houve vento para a realização das regatas.

O evento-teste, primeiro da série Aquece Rio, começou no domingo com a realização de regatas das classes RS:X Masculina e Feminina e Finn. Nesta segunda estavam previstas disputas em todas as classes, mas os atletas passaram o dia esperando por ventos.

“Hoje foi um dia de muita espera. Existe uma expectativa e precisamos arrumar o que fazer para passar o tempo e nos distrair. Alguns velejadores jogaram baralho, outros botaram o papo em dia. Nós, meninas, jogamos 'stop'! A vela é um esporte que depende da natureza, então esta falta de vento faz parte”, disse Fernanda Decnop, da Laser Radial.

Os organizadores contam com uma frente fria que vai chegar ao Rio na noite desta segunda-feira para que a terça seja de ventos fortes. Para compensar as regatas atrasadas, as classes RS:X, 470 (ambas nos dois naipes), Finn, Laser Radial e Laser terão três regatas, com largada a partir das 11h30. As demais classes terão quatro regatas.

Leia tudo sobre: velaevento-testecanceladojogos olímpicosrio-2016