Incêndio atinge pela 2ª vez, em menos de um mês, banco genético da USP

Em julho, um incêndio destruiu cerca de 10 hectares da área; A área equivale a cerca de 13 campos de futebol

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

 Parte do banco genético de árvores nativas da USP de Ribeirão Preto (313 km de São Paulo), único do tipo no país, foi alvo neste domingo (3) de mais um incêndio -o segundo, em menos de um mês.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, cerca de 11 hectares foram atingidos. A bióloga e pesquisadora Elenice Mouro Varanda afirmou que se trata de área de reflorestamento. As causas do incêndio serão investigadas pela Polícia Civil.

Em julho, um incêndio destruiu cerca de 10 hectares da área. A área equivale a cerca de 13 campos de futebol. O banco genético foi criado em 1998 e reunia espécies de diferentes matas da região num só lugar, com o objetivo de servir como fonte de sementes de alta qualidade.

Em 2011, o local foi alvo de incêndio, apontado como criminoso pelo Ibama, que destruiu 70% do patrimônio. Hoje, o banco genético corre o risco de ser extinto.