Luan brinca com gols contra e quer voltar a balançar as redes

Atacante do Atlético participou das jogadas que resultaram em tentos para o Galo marcados pelos adversários

iG Minas Gerais | THIAGO PRATA |

Lances da vitória do Galo por 3 a 1 diante do Atlético-PR, pela 13ª rodada do Brasileirão, no Independência
LEO FONTES / O TEMPO
Lances da vitória do Galo por 3 a 1 diante do Atlético-PR, pela 13ª rodada do Brasileirão, no Independência

Gol contra é gol também. Isso é fato. Diante do Lanús-ARG e do Atlético-PR, o meia-atacante Luan não balançou as redes, mas mandou a bola na área duas vezes - uma a cada jogo - e viu os oponentes marcando a favor do Galo. Questão de sorte? Para o atleta, é mais do que isso.

“Não tinha ninguém na área e resolvi chutar. Deus manda chutar. Aí vem um anjo pra ajudar e a bola entra. Depois, (o Atlético-PR) fez outro gol contra. O mais importante é ajudar”, declarou Luan.

O velocista promete ainda mais empenho para conquistar um lugar entre os titulares e, em meio a risos, construir mais jogadas para os adversários colaborarem com o Galo.

“Espero fazer minhas maluquices dentro de campo e gols. Se for com a ajuda dos zagueiros, melhor ainda. Tenho mais quatro anos de contrato. Vim para conquistar títulos. Falta o Brasileiro e a Copa do Brasil”, disse o meia-atacante.

Apesar das brincadeiras sobre os gols contra, Luan se diz sedento em voltar a estufar as redes. O último gol marcado por ele foi no empate em 1 a 1 com o Bahia, no Independência, no último dia 19.

“Meu objetivo é estar entre os 11 titulares. Somos uma família, em busca do mesmo objetivo. E quando a oportunidade aparecer, espero ajudar. Quero fazer um gol na quarta-feira, não com ajuda do zagueiro, mas com minha competência. Vamos pra fazer nosso melhor”, destacou.

Como Jô não apareceu para treinar e sequer deu satisfação à diretoria alvinegra, ficando de fora da viagem para Chapecó, Luan pode ganhar um lugar entre o titulares. Caso isso aconteça, ele deverá formar um quarteto ofensivo com Guilherme, Tardelli e Maicosuel. André é outra opção.

Leia tudo sobre: atleticogaloluangol contra