Mano pede fim de comparações com a Copa do Mundo

Técnico do Corinthians ponderou que preparação e estrutura dos times para o Mundial é diferente e não cabe

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Mano estuda algumas opções para superar a possível retranca dos catarinenses
REPRODUÇÃO/AGÊNCIA CORINTHIANS
Mano estuda algumas opções para superar a possível retranca dos catarinenses

Incomodado com as críticas recentes feitas à qualidade do Brasileirão, Mano Menezes pediu o fim das comparações do campeonato com a Copa do Mundo, que empolgou a torcida brasileira e estrangeira em junho e julho. Para o treinador do Corinthians, que empatou sem gols com o Coritiba no domingo, a comparação é injusta por causa do formato e do tempo de preparação.

"O pessoal está pensando na Copa, né? Todo jogo agora é ruim", disse, ao rebater uma pergunta dos jornalistas sobre o nível do duelo em Curitiba. "A Copa reuniu os melhores jogadores do mundo com preparações de equipe de quatro, oito anos. Não estamos mais na Copa. O Mundial reuniu os melhores jogadores, os melhores tudo do mundo. É uma preparação de quatro, oito anos. Preparação para essa competição é diferente."

Para Mano, empates e derrotas serão inevitáveis em um campeonato com 38 rodadas. "Nós vamos oscilar", declarou, antes de citar a expulsão de Fagner como atenuante do resultado. "Temos de valorizar esse ponto pela circunstância. Ficar com dez jogadores o tempo que ficamos, a equipe tendo postura, não permitindo que o Coritiba criasse nenhuma chance mesmo nessa situação. É o amadurecimento da equipe. São situações que você passa em um campeonato de 38 rodadas. Quando não der pra fazer três pontos, tem de fazer um."

Na sua avaliação, o Corinthians esteve mais perto da vitória, apesar de jogar fora de casa e com um jogador a menos. "Se tivesse um vencedor, seria o Corinthians. O Coritiba teve uma chance, com dois minutos, na falta do Alex. Foi a única defesa que o Cássio fez no jogo. Temos de ter calma, entender o estágio da equipe e trabalhar para melhorar."

Com o tropeço, o Corinthians perdeu a chance de se aproximar do Cruzeiro, que também empatou na rodada. O time paulista caiu da segunda para a quarta colocação e segue com cinco pontos de desvantagem em relação ao líder do campeonato. Mano, no entanto, minimizou a diferença.

"Eles também não vão fazer todos os jogos bons. É uma equipe que está produzindo mais que todas as outras, por isso lidera o campeonato. Estamos atrás dessa melhora significativa. Hoje fechamos dez jogos sem uma derrota, passamos mais um jogo sem deixar o adversário marcar três pontos...", afirmou.

Leia tudo sobre: corinthiansmano menezesbrasileiroCopa do Mundo