Apolo deixa Rede e conversa com PV

Ambientalista critica Marina por falta de apoio na disputa pela condição de candidato ao governo

iG Minas Gerais | Flávia Carneiro e Lucas Pavanelli |

Insatisfação. Apolo Heringer fez críticas à Rede Sustentabilidade e à ex-senadora Marina Silva
FERNANDA CARVALHO / O TEMPO
Insatisfação. Apolo Heringer fez críticas à Rede Sustentabilidade e à ex-senadora Marina Silva

Depois de ter sido preterido na escolha do PSB ao governo de Minas, o ambientalista Apolo Heringer pediu seu afastamento da Rede Sustentabilidade e admite uma aproximação com o Partido Verde (PV). Apolo encaminhou, na semana passada, à direção nacional da Rede seu desligamento, já que, para ele, “as propostas do movimento não representam uma terceira via para o eleitorado brasileiro”. O candidato ao governo de Minas pelo PSB é Tarcísio Delgado.

Na última sexta-feira, militantes da Rede em Minas – sem a presença de Apolo – se encontraram com Tarcísio, que os convidou a fazer parte do conselho político de sua campanha. Nesta segunda, dois nomes vão ser indicados pela Rede para compor o conselho.

Uma das críticas de Apolo tem como alvo a candidata a vice-presidente e idealizadora da Rede Sustentabilidade, Marina Silva. O ambientalista diz que esperava o apoio dela à sua candidatura, o que não aconteceu.

“Os partidos não têm falado a verdade para o eleitor. Agem de forma dissimulada”, criticou.

O ambientalista disse que um amigo está intermediando um encontro com o candidato ao Palácio do Planalto pelo PV, o ex-deputado federal Eduardo Jorge, nos próximos dias.

“Vou conhecer as propostas do PV e trocar uma ideia, mas não penso em me filiar agora”, comentou Apolo Heringer.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave