PSDB pede apuração de fraude em CPI

Entre os que teriam recebido as informações estão a presidente Graça Foster e ex-diretores

iG Minas Gerais |

Brasília. O PSDB irá entrar com uma representação no Conselho de Ética do Senado para apurar denúncia da “Veja” de que o governo e lideranças do PT teriam passado previamente perguntas que seriam feitas por parlamentares aos principais depoentes da CPI da Petrobras, com o intuito de combinar as respostas.  

Entre os que teriam recebido as informações estão a presidente Graça Foster e ex-diretores. Segundo Aécio Neves (PSDB), o partido pode ainda representar na Comissão de Ética Pública da Presidência da República, que avalia a conduta ética na administração. “Se confirmadas as denúncias, estamos diante de uma grande farsa. Uma farsa que, na verdade, avilta o Congresso em uma das suas funções fundamentais, que é a investigar ações do governo”, disse.

O presidente da CPI da Petrobras no Senado, e da CPMI, Vital do Rêgo (PMDB-PB), disse neste domingo que vai determinar a investigação da denúncia veiculada pela revista “Veja”. O peemedebista divulgou nota anunciando as providências que tomará para apurar responsabilidades e garantir o funcionamento das duas CPIs.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave