Intervenção pode evitar danos severos

O presidente do Ibape-MG destacou que, já na época da vistoria, um volume maior de água no córrego poderia causar remoção significativa de sedimentos e deixar exposta a estrutura de pilares que sustentam o shopping

iG Minas Gerais | andré santos |

É necessário fazer uma avaliação criteriosa no leito do córrego Cercadinho para checar qual é a melhor solução para diminuir os riscos no local – uma alteração da calha do córrego ou a canalização do leito. A avaliação é do 7presidente do Instituto Brasileiro de Avaliações e Perícias de Engenharia de Minas Gerais (Ibape-MG), o engenheiro civil Frederico Corrêa Lima, que há cerca de dois anos vistoriou o local.  

De acordo com o especialista, a estrutura do prédio onde fica o shopping pode sofrer danos severos se uma intervenção não for feita. O presidente do Ibape-MG destacou que, já na época da vistoria, um volume maior de água no córrego poderia causar remoção significativa de sedimentos e deixar exposta a estrutura de pilares que sustentam o shopping.

“Naquela época, não foi possível precisar se o leito do córrego foi modificado ou se a estrutura do prédio foi construída muito próximo às margens”, ponderou. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave