Serena supera começo ruim e fatura título em Stanford

Tenista norte-americana ganhou da alemã Angelique Kerber por 2 sets a 0, com parciais 7/6 (7/1) e 6/3, e foi campeã pela 61ª vez no circuito da WTA

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Serena Williams precisou superar um começo de jogo ruim, mas somou mais um título para sua imensa coleção. Na final do Torneio de Stanford, neste domingo, nos Estados Unidos, a tenista norte-americana ganhou da alemã Angelique Kerber por 2 sets a 0, com parciais 7/6 (7/1) e 6/3, em 1 hora e 19 minutos, e foi campeã pela 61ª vez no circuito da WTA.

O Torneio de Stanford, que serve como preparação para o US Open (o Grand Slam em Nova York começa no dia 25 de agosto), marcou o retorno de Serena às competições, após ficar quase um mês afastada por causa de uma infecção viral. E ela mostrou a mesma forma de sempre, passando pelas adversárias com facilidade até chegar ao título neste domingo.

Na final, Kerber surpreendeu a favorita e chegou a abrir 5 a 1 no primeiro set. Mas Serena conseguiu reagir e ganhou de virada no tie break. Depois, foi só confirmar o título na segunda parcial. Assim, a norte-americana somou a sua quinta vitória em seis jogos já disputados contra a alemã que ocupa atualmente a oitava colocação no ranking mundial.

Aos 32 anos, Serena soma agora 61 títulos na carreira, sendo que são quatro somente nesta temporada, incluindo Brisbane, Miami e Roma. Líder do ranking mundial, ela se aproxima da também norte-americana Billie Jean King como a sexta maior campeã da história, com 67 troféus - o recorde é de Martina Navratilova, outra dos EUA, com 167 conquistas.

WASHINGTON - No Torneio de Washington, também encerrado na noite deste domingo, nos Estados Unidos, o título ficou com a russa Svetlana Kuznetsova. Na final, ela confirmou o favoritismo e ganhou da japonesa Kurumi Nara por 2 sets a 1, com parciais de 6/3, 4/6 e 6/4, em 2 horas e 16 minutos. Número 26 do mundo, foi campeã pela 14ª vez na carreira.

Leia tudo sobre: tênisserena williansstanfordtítulo