Marcelo Oliveira destaca postura da equipe em empate no Rio

Treinador, no entanto, não deixou de lamentar a falha na marcação que gerou o gol do Botafogo, no primeiro tempo

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Marcelo Oliveira, técnico do Cruzeiro
Washington Alves/VIPCOMM
Marcelo Oliveira, técnico do Cruzeiro

Marcelo Oliveira evitou valorizar o tropeço do líder Cruzeiro na noite de sábado. Depois do empate por 1 a 1 com o combalido Botafogo, envolvido em polêmicas extracampo, o técnico elogiou a reação da equipe, que saiu atrás no placar, e a postura ofensiva demonstrada por seu time até o apito final.

"Os números são bons, a reação foi boa e a gente lamenta porque viemos aqui para tentar ganhar o jogo, como o Cruzeiro sempre tem feito e não deu. Mas acho que foi de bom tamanho, fora de casa, e teremos esse Botafogo lá no Mineirão depois também", ponderou o treinador.

Oliveira, no entanto, não deixou de lamentar a falha na marcação que gerou o gol do Botafogo, no primeiro tempo. "Infelizmente a gente marcou mal na jogada do gol do Botafogo", comentou, antes de considerar: "o Cruzeiro teve as melhores chances no primeiro tempo, uma com o Egídio, outra com o Marcelo Moreno e outra também com o Goulart, no contra-ataque".

Para o treinador, a reação no segundo tempo comprova a força do Cruzeiro na briga pelo título. "Tivemos uma reação muito boa, o que é um ponto positivo, continuamos jogando, buscando até o empate. Depois do empate também, várias outras oportunidades, me parece que foram 18 finalizações do Cruzeiro, contra oito do Botafogo", destacou.

Apesar do empate, o Cruzeiro segue na liderança isolada do Brasileirão. Agora soma seis pontos de vantagem sobre o segundo colocado, o Corinthians, que poderá reduzir essa diferença neste domingo. O time paulista enfrentará o Coritiba, fora de casa.

Leia tudo sobre: futebol nacionalcruzeirocampeonato brasileiroraposabotaogo