Palmeiras quer acabar com série negativa no Brasileirão

Com apenas 13 pontos, o time precisa da vitória para se afastar de quem está na zona do rebaixamento

iG Minas Gerais | agência estado |

Sem vencer há seis rodadas no Brasileirão e vindo de três derrotas seguidas na competição, o Palmeiras encara o jogo deste domingo, contra o Bahia, a partir das 16 horas, no Pacaembu, como uma decisão. Com apenas 13 pontos, o time precisa da vitória para se afastar de quem está na zona do rebaixamento.

Na última quarta-feira, na vitória por 2 a 1 diante da Fiorentina pelo torneio amistoso Copa EuroAmericana, o Palmeiras deu sinais de reação. O técnico argentino Ricardo Gareca poupou seis jogadores e levou a campo um time misto, mas os reservas deram conta do recado e animaram o torcedor para a sequência do Brasileirão.

Dos jogadores que tiveram uma chance contra o quarto colocado do último Campeonato Italiano, pelo menos dois devem começar jogando neste domingo: o atacante Leandro e o volante Josimar, que souberam aproveitar a oportunidade dada por Gareca.

Leandro recuperou o seu espaço no time graças à boa atuação no amistoso. Após arrancar em velocidade e deixar dois marcadores para trás, o atacante marcou um belo gol e encerrou um jejum de mais de três meses sem balançar a rede - o último gol havia sido no dia 20 de abril, contra o Criciúma, pela primeira rodada do Brasileirão. Com ele entre os titulares, o argentino Mouche vai para o banco.

Josimar, por sua vez, cumpriu bem a função de proteger a defesa. À frente dos zagueiros, encurtou os espaços dos meias da Fiorentina e agradou ao treinador, que resolveu mantê-lo no time. Assim, ele ganha a disputa pela vaga com Renato, que teve o seu contrato renovado até 2019.

Outra novidade é a volta de Lúcio. Após passar duas semanas fora de combate por causa de uma fratura facial abaixo do olho direito, o zagueiro de 36 anos retorna ao time neste domingo.

Lúcio voltou aos treinos na última terça-feira com um adesivo para proteger o local da fratura. O departamento médico do Palmeiras chegou a fazer o molde no rosto do atleta e pediu que fosse confeccionada uma máscara especial para ele usar, mas o zagueiro conseguiu treinar normalmente sem o equipamento.

Gareca também esperava contar com o meia argentino Allione, que chegou a treinar entre os titulares na sexta-feira, depois da boa estreia no amistoso de quarta. A documentação do recém-contratado, no entanto, não chegou a tempo de aparecer no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF.

Com a morte do presidente da Associação de Futebol Argentino (AFA), Julio Grondona, na semana passada, a entidade entrou em luto, ficou sem expediente e não enviou para o Palmeiras os documentos. Sem Allione, o paraguaio Mendieta continua entre os titulares.

Leia tudo sobre: futebol nacionalcampeonato brasileiropalmeirasbahia