Com homenagens e lembranças, Giants e Bills abrem pré-temporada da NFL

Dentro do relvado traçado pelas jardas e marcações peculiares do esporte, é bom ficar de olho no desempenho das equipes, que na última temporada acabaram fora dos Playoffs

iG Minas Gerais | JOSIAS PEREIRA |

Giants x Bills abrem pré-temporada da NFL neste domingo, às 21h (de Brasília)
nfl/reprodução
Giants x Bills abrem pré-temporada da NFL neste domingo, às 21h (de Brasília)

E a bola oval está de volta. Claro, é pré-temporada. No entanto, após sete meses de um logo hiato, o fã do futebol americano já pode comemorar. Neste domingo, New York Giants e Buffalo Bills se enfrentam no Fawcett Stadium, em Canton, Ohio, berço da modalidade mais popular dos Estados Unidos, às 21h (de Brasília), para o jogo festivo do Hall da Fama. Fora de campo, muitas homenagens, entre elas uma bastante merecida a Ray Guy, ex-jogador do Oakland Raiders, o primeiro punter da história a ser introduzido na galeria da fama do futebol americano.

Dentro do relvado traçado pelas jardas e marcações peculiares do esporte, é bom ficar de olho no desempenho das equipes, que na última temporada acabaram fora dos Playoffs. O Bills, por exemplo, até iniciou sua saga em 2013 surpreendendo. O QB calouro EJ Manuel mostrou nuances de brilhantismo em determinados compromissos da franquia, mas aquela nítida instabilidade dos jovens jogadores pesou e o jogador finailizou sua primeira temporada no departamento médico.

Agora, totalmente recuperado de uma lesão no joelho, Manuel irá contar com o apoio do wide receiver Sammy Watkins e do offensive tackle Cyrus Kouandjio, primeiras escolhas do draft, para dar fim à pessima sequência de resultados dos Bills, que pela terceira temporada consecutiva acumulou um recorde negativo de seis vitórias e dez derrotas, e não sabe o que é disputar uma pós-temporada desde 1999.

Já os Giants, de Eli Manning e do técnico Tom Coughlin, precisam de uma resposta urgente após mais uma temporada de fracassos. De 2009 a 2013, os Giants foram aos Playoffs apenas uma vez. Para sorte da equipe, esta única oportunidade, ocorrida em 2011, culminou simplesmente na vitória sobre os Patriots no Super Bowl 46.

Manning, que lançou para menos touchdows desde o seu primeiro ano na NFL e ainda acumulou mais um recorde negativo de interceptações na carreira, terá o auxílio do Odell Beckham Jr., recebedor escolhido na primeira rodada do draft, para aumentar o poder de fogo do ataque dos Giants. Mais também será preciso um trabalho melhor da linha ofensiva, tudo para que Eli tenha tempo e também possibilidade de lançar melhor a bola sem sofrer tanto com a pressão das defensivas adversárias.

Historicamente, Tom Coughlin nunca foi lá tão aficionado em jogos de pré-temporada. No ano passado, por exemplo, os Giants perderam todos os jogos que disputaram. Mas, desta vez, a história tende a ser diferente. Um triunfo em Canton pode, quem sabe, dar a moral necessária para que as franquias acertem seus rumos e façam uma temporada de sucesso. É esperar para ver.

Teremos um mês de jogos amistosos. A temporada regular da NFL terá início no dia 4 de setembro, às 21h30 (de Brasília), quando os Packers vão até Seattle enfrentar os Seahawks, atuais campeões do Super Bowl.

Histórico. Não há como falar em Giants x Bills sem se lembrar do Super Bowl 25. Naquele dia 27 de janeiro de 1991, as duas equipes fizeram um jogo memorável na Flórida, mais precisamente no Tampa Stadium. Nos minutos finais de jogo, o quarterback dos Bills Jim Kelly liderou uma campanha memorável. Após passes precisos para André Reed e Keth McKeller, além de uma boa corrida de Thurman Thomas, Kelly deixou o kicker Scott Norwood em uma boa posição de campo para fazer o Field Goal da vitória. O placar apontava 20 a 19 para os Giants, mas o chute na linha de 47 jardas tomou a direção contrária. Foi para fora, longe do famoso Y, uma lástima para os Bills, que voltariam ao Super Bowl nas duas temporadas seguintes.

Ao todo, Buffalo compareceu na grande decisão da NFL em quatro oportunidades, todas elas de forma consecutiva e sem sucesso. Realmente, aquele chute de Norwood se manterá como uma das grandes máculas da equipe, que há 14 anos tenta voltar a uma pós-temporada da NFL.

Relembre o erro de Norwood:

Leia tudo sobre: futebol americanonflpré-temporadagiantsbills