Triângulo invertido: ombros

iG Minas Gerais |

O corpo em triângulo invertido não preocupa Mônica Starling
FERNANDA CARVALHO / O TEMPO
O corpo em triângulo invertido não preocupa Mônica Starling

O crossfit ou a musculação no mínimo três vezes por semana são os exercícios ideais para quem tem as curvas do corpo em formato de triângulo invertido – no qual a estrutura óssea aparenta ser mais larga na região dos ombros. “A tendência natural do homem é sempre treinar mais a parte superior do corpo. Nos treinos, procuro focar sempre no tronco, porque a parte de perna eu deixo para os exercícios aeróbicos e esportes de fim de semana, como o futebol”, diz o educador físico Marco Araújo, 45. Pessoas com esse tipo de corpo, segundo o professor Ricardo Alberca, devem também procurar desenvolver os membros inferiores para tornar o físico mais harmonioso. “Outra estratégia é o trabalho abdominal, para diminuir a ilusão ótica gerada pelos ombros largos”, diz. A analista judiciária Mônica Starling, 51, segue uma rotina de exercícios diários, mas não se preocupa muito de ter o corpo com esse formato. “Meu objetivo é continuar bem e manter a forma, sabendo o que eu tenho que trabalhar”, afirma.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave