Destino: para além do Rio de Janeiro

iG Minas Gerais |

Se o Passinho é onipresente nas favelas no Rio de Janeiro, no restante do Brasil sua manifestação é pouco expressiva. “Sei que está ganhando espaço em Minas Gerais, Pernambuco, São Paulo e Bahia”, relata o integrante do Dream Team, Bolinho Fantástico.

Na capital mineira, de fato, é possível descobrir vestígios do Passinho, mas de forma tímida. Em junho do ano passado, por exemplo, foi marcada pelo Facebook uma batalha, no bairro Santa Cruz, que premiaria o primeiro colocado com R$ 200.

A falta de penetração do movimento em outras áreas é, para o produtor e líder do Dream Team, Rafael Nike, motivo de tristeza. Sua vontade é que o Passinho seja cada vez mais explorado e assertivo internacionalmente. “Sem perder a essência”, sublinha. (VL)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave