Visibilidade para outras frentes

iG Minas Gerais |

Além de mudar o comportamento de jovens das favelas cariocas, o Passinho tem sido responsável por gerar oportunidades de trabalho. A integrante do grupo Dream Team do Passinho Lellezinha é um exemplo. Depois de estrelar os clipes, fazer apresentações em grandes eventos e sair em blogs como referência de estilo, ela agora é atriz da novela global “Malhação”. “Todos do grupo foram convidados para fazer o teste pelo (diretor) Luiz Henrique Rios, mas só eu passei”, conta a jovem.

Sem experiência cênica, Lellezinha conta não estar tendo problemas para interpretar Guta, uma jovem cantora e dançarina de classe média. “A experiência na dança ajuda muito”, justifica a atriz.

Lellezinha reconhece que o Passinho pode gerar visibilidade e, assim, mais oportunidades para adolescentes. Como aconteceu com ela e seu colega de grupo Leandro Martins dos Santos, o Bolinho Fantástico. Ele também colhe frutos de sua participação no grupo Dream Team.

“Minha vida mudou muito depois do Passinho. Hoje tenho fãs e pessoas que apoiam meu trabalho e, posso dizer, vivo de dança e através delas estou conquistando meus bens materiais”, relata o jovem de 22 anos.

O diretor do documentário “Baile do Passinho”, Emilio Domingues considera o cenário fértil para tais desdobramentos. “A gente sabe o quanto é difícil viver de arte no Brasil. Mas esses garotos estão começando a fazer isso ao criar grupos novos com o objetivo de serem inseridos dentro de um mercado que apresenta um grande potencial. Há também os moleques que já dão aulas. É um caminho complexo, mas que tem gerado um impacto muito bom”, resume Domingues. (VL)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave