E Milton entrou na piscina

iG Minas Gerais |

Por trás de cada clique inusitado, existem histórias deliciosas. Uma delas narra uma das fotos mais famosas da carreira de Daryan Dornelles: o dia em que o fotógrafo convenceu o músico mineiro Milton Nascimento a entrar na piscina de sua casa, em Joatuba, no Rio de Janeiro. Detalhe: dentro d’água, ele ostenta um paletó, sem camisa, com a expressão de tranquilidade que é tão característica de Bituca.

A cena está descrita no livro pelo repórter Marcus Preto, da “Folha de S. Paulo”, que o acompanhava naquele dia. Ainda assinam os textos da publicação Alice Granato e Valéria Mendonça.

“Como repórter, acho que o Marcus ficou muito mais preocupado com a reação do Milton do que eu. Já o tinha fotografado antes, naquela mesma casa, em um fundo cinza. Daquela vez, queria fazer alguma coisa diferente e pensei na piscina. Ele foi um querido. Disse ‘esse menino...’, num tom de brincadeira, mas topou a ideia e ainda entrou na água com bastante cuidado, para não molhar a roupa inteira. Esse é um dos retratos que eu mais gosto. E o Milton disse que tem ele em casa também”, afirma o fotógrafo, orgulhoso do clique.

No contato com os artistas, ele diz que entende que ali não estão modelos, cujo trabalho é se expor para as câmeras. “Eu sei que é desconfortável ser fotografado. Então procuro ser o mais tranquilo possível, converso com eles, estabeleço uma relação de confiança. Porque o medo do ridículo sempre vai existir, e é preciso confiar muito no meu trabalho para fazer essas maluquices”, avalia Dornelles.

Essas situações, em que foge do briefing, rendem fotos muito mais interessantes, segundo ele, que diz na hora não se importar com a repercussão, mas sim em fazer um bom trabalho. (LC)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave