A dois anos dos Jogos do Rio, Thiago Pereira perde técnico

Segundo o nadador, a decisão de encerrar a parceria foi de Albertinho, treinador que o orientou nas Olimpíadas 2012 e no Mundial de Barcelona

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Thiago Pereira já almeja manutenção de bons resultados  e novas conquistas na sequência da temporada
CBDA/DIVULGAÇÃO
Thiago Pereira já almeja manutenção de bons resultados e novas conquistas na sequência da temporada

O nadador Thiago Pereira ganhou mais uma preocupação para os Jogos de 2016. O técnico Alberto Pinto, o Albertinho, anunciou que seu último compromisso ao lado do atleta será no Pan-Pacífico de Gold Coast, no fim de agosto deste ano.

“Foi uma decisão pessoal dele. Fiquei um pouco surpreso, mas respeito totalmente”, afirmou o nadador, em entrevista à Folha.

Foi sob as orientações de Albertinho que o atleta obteve os melhores de sua carreira e até conquistou uma medalha olímpica em Londres, nos 400m medley, e dois bronzes no Mundial de piscina longa, no ano passado, em Barcelona.

Com a ajuda da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA), Thiago deve anunciar em breve um novo nome, e já chegou a conversar com o americano Jon Urbanchek, ex-treinador de Gustavo Borges, segundo a publicação.

“Qualquer decisão precisará ser muito pensada. Estamos em um período pré-Olímpiada em que não se pode errar muito”, disse ele.

O nadador também não descarta a possibilidade de treinar nos Estados Unidos, escola tradicional da modalidade e onde ele mesmo chegou a morar por dois anos. Além disso, Pereira teme que o assédio aumente com a proximidade das Olimpíadas e atrapalhe seu rendimento, o que não deve acontecer no país norte-americano.

Leia tudo sobre: thiago pereiranataçãoalbertinhojogos olímpicosrio2016medalhaprataolimpíadasestados unidos