Explosão em fábrica de autopeças na China mata 68

Este é o mais grave desastre industrial no país asiático desde o incêndio em uma granja em junho do ano passado, que deixou 119 mortos

iG Minas Gerais | Da redação |

Uma explosão em uma fábrica de autopeças no leste da China que fornece componentes para General Motors matou pelo menos 68 pessoas e feriu quase 200 neste sábado, 2, disseram autoridades. Este é o mais grave desastre industrial no país asiático desde o incêndio em uma granja em junho do ano passado, que deixou 119 mortos. A explosão ocorreu na manhã de hoje, quando havia mais de 200 trabalhadores na instalação, localizada na zona industrial da cidade de Kunshan, afirmaram as autoridades em coletiva de imprensa televisionada pela estatal CCTV. Kunshan, que fica na província de Jiangsu, está situada cerca de 1 mil quilômetros ao sudeste de Pequim. A CCTV exibiu imagens produzidas por moradores de grandes nuvens de fumaça saindo da fábrica e vários caminhões de bombeiros em ação. Sites de notícias veicularam fotos mostrando os sobreviventes do incidente e os corpos das vítimas sendo colocados na traseira de grandes caminhões. A explosão ocorreu por volta das 7h37 (horário local) em uma oficina da fábrica, que faz polimento de rodas. Equipes de resgate retiraram 44 corpos dos destroços e outras 24 pessoas morreram depois de serem levadas ao hospital, de acordo com autoridades. Outras 187 apresentavam ferimentos e foram hospitalizadas. Especialistas em queimaduras do hospital de Xangai chegaram a Kunshan para ajudar com os feridos, conforme a agência estatal de notícias Xinhua.

Agência Estado

Leia tudo sobre: explosãoChinamortos