Cenário é mais favorável ao tucano

Para o cientista político da Universidade de Brasília (UnB) Antônio Flávio Testa, Aécio tem mais possibilidade de crescer em São Paulo do que Dilma por dois fatores

iG Minas Gerais | Isabella Lacerda |

O empate entre Aécio Neves (PSDB) e Dilma Rousseff (PT) em São Paulo e Minas Gerais na disputa pela Presidência da República é considerado “mais positivo” para o tucano, na análise de especialistas.  

Para o cientista político da Universidade de Brasília (UnB) Antônio Flávio Testa, Aécio tem mais possibilidade de crescer em São Paulo do que Dilma por dois fatores. O primeiro deles é o crescimento nas pesquisas do candidato ao governo, Geraldo Alckmin, que tem ampla vantagem em relação ao petista Alexandre Padilha. O segundo aspecto é a desaprovação na forma de governar da presidente.

“Sem dúvida a eleição vai ser definida nos dois maiores colégios eleitorais do país. E o empate técnico dos dois no Estado paulista mostra que tem diminuído a rejeição dos tucanos de São Paulo à candidatura de um tucano mineiro”, argumenta.

Também professor da UnB, David Fleischer afirma que o cenário de crescimento esperado em Minas pelo PSDB pode não ocorrer. “Vai ficar mais claro depois da propaganda na TV, mas em Minas é difícil conseguir uma diferença maior do que 1,5 milhão de votos”, analisa.

Moisés Augusto, da PUC-Minas, acredita que o caminho de Aécio será buscar o Nordeste. “Ele precisa tirar a vantagem de Dilma lá e ganhar apoio no Sul”, afirma. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave