Empate nos maiores colégios

Segundo Ibope, Dilma e Aécio teriam cerca de 14 milhões de votos em Minas e São Paulo

iG Minas Gerais | Isabella Lacerda |

David Fleisher questiona crescimento do tucano em Minas Gerais
J Freitas/ABr
David Fleisher questiona crescimento do tucano em Minas Gerais

O resultado da pesquisa Ibope que mostra a corrida presidencial nos Estados aponta para um cenário disputado entre o senador Aécio Neves (PSDB) e a presidente Dilma Rousseff (PT) nos dois maiores colégios eleitorais do país: São Paulo e Minas Gerais. Apesar de os dois Estados serem considerados redutos tucanos, já que passaram anos sob o comando de governadores do PSDB, Dilma e Aécio aparecem praticamente empatados quando levado em conta o número de votos que cada um receberia.

Em Minas – segundo maior colégio eleitoral do país, com 15,2 milhões de eleitores –, Aécio conta com uma vantagem de dez pontos percentuais em relação à sua principal adversária. O tucano lidera a pesquisa com 41%, contra 31% de Dilma. O terceiro colocado é Eduardo Campos (PSB), com 5%. Já em São Paulo, que possui o maior número de eleitores do país (31,9 milhões), a presidente lidera as intenções de voto, com 30%. Aécio recebe 25%, e Eduardo Campos, 6%. Projetando os índices em cima dos eleitorados dos dois Estados, Dilma teria hoje aproximadamente 14,2 milhões de votos enquanto Aécio contaria com o apoio de 14,1 milhões de eleitores, ou seja, um empate. Mas o senador mineiro tem uma vantagem em relação à petista: a rejeição à forma de governar. Em São Paulo, por exemplo, o Ibope mostra que 60% dos entrevistados não aprovam a gestão de Dilma, o que, na análise de especialistas, aponta para uma possibilidade maior de crescimento de Aécio. Em Minas, o percentual de desaprovação à maneira do PT governar é de 51%. Regiões. Desde o início da campanha, o Ibope realizou pesquisas em sete Estados. Neles, Aécio alcança percentuais maiores que Dilma apenas em Minas, onde foi governador por duas vezes, e no Distrito Federal. O Nordeste é a região em que a petista alcança a maior vantagem. Em Pernambuco, por exemplo, a diferença entre os dois é de 35 pontos, já que Campos aparece empatado tecnicamente com a presidente. No Sul do país, Dilma também tem ampla vantagem. No Rio Grande do Sul, por exemplo, a diferença chega a 18 pontos.

Levantamento Dados. As pesquisas do Ibope foram realizadas entre 26 e 28 de julho e têm margem de erro de três pontos percentuais. Nos próximos dias devem ser divulgados dados referentes a outros Estados.

No passado +Em 2010. O resultado das pesquisas regionais divulgadas pelo Ibope mostram um cenário diferente do registrado na disputa presidencial de 2010.  Diferença. Na época, Dilma Rousseff (PT) tinha 33% das preferências em São Paulo, três pontos a mais que na pesquisa atual, em que aparece com 30%. A diferença é que José Serra (PSDB) liderava no Estado, com 44%. Hoje, Aécio tem 25%.  2006. Quando disputava a Presidência da República com Lula, Geraldo Alckmin (PSDB) tinha apoio de 46% dos paulistas.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave