Clientes serão atendidos sem a carteirinha nova

Beneficiários já podem usar rede médica da Vitallis, que assumiu nesta sexta

iG Minas Gerais | Queila Ariadne |

Confirmado. Hospital São Lucas continuará a atender os usuários do plano Santa Casa Saúde
LEO FONTES / O TEMPO
Confirmado. Hospital São Lucas continuará a atender os usuários do plano Santa Casa Saúde

Os 64,6 mil clientes do plano Santa Casa Saúde já estão, desde esta sexta, sob nova administração da Vitallis. Mas ainda não receberam as carteirinhas e, sem um número de identificação, não sabem se já podem ser atendidos nos novos hospitais que fazem parte da rede credenciada do dono, que tem três hospitais próprios em Belo Horizonte. A Vitallis informa que a carteirinha, o manual do beneficiário e os guias de atendimento já foram enviados. E adianta que, mesmo sem ter recebido, o cliente poderá ser atendido com a carteira da Santa Casa e um documento de identificação.

Na dúvida, a atendente Flávia Rodrigues, 27, foi direto para o hospital São Lucas, que era o único pronto-atendimento oferecido pelo plano da Santa Casa. “Recebi uma cartinha avisando sobre a troca, mas não recebi nem a carteirinha, nem o guia da rede credenciada”, reclama.

A atendente, que mora em Santa Luzia, região metropolitana, está com grandes expectativas. “A Vitallis tem um hospital em Venda Nova, e será bem mais perto para mim”, afirma. A empresa possui o Vitallis Barreiro, o Centro Clínico Venda Nova e o BH Mater.

Além da rede própria, os usuários poderão ser atendidos em hospitais como Semper, Vila da Serra, Life Center, Maternidade Santa Fé. O São Lucas também será mantido. “Todas as consultas e cirurgias agendadas permanecem inalteradas”, afirma a empresa, por meio da assessoria de imprensa.

Outra grande dúvida dos clientes é sobre a manutenção dos médicos e laboratórios que atendiam pela Santa Casa. A Vitallis esclarece que tem a intenção de manter a mesma rede de credenciados.

“Os principais e maiores hospitais e clínicas já foram credenciados. Os demais estão em processo de credenciamento”, destaca a Vitallis, que já contava com mais de 10 mil médicos.

ANS. A Santa Casa já não responde mais pelo plano. Quem tiver dificuldade para agendar consultas, pode procurar o call center da Vitallis e, caso não consiga, pode procurar a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

A agência informa que autorizou a operação após rigorosa análise da capacidade financeira e assistencial da compradora e garantiu que não poderá haver descontinuidade de atendimento. Destacou ainda que nem preços e nem contratos podem ser alterados.

No mercado há 15 anos, a Vitallis é mineira e foi recentemente adquirida pelo grupo colombiano Sanitas Internacional.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave