São Paulo divulga novo uniforme sem patrocinador

Tricolor rescindiu contrato com patrocinadora master e decidiu apostar nas parcerias com o torcedor através da redes sociais

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Rompimento com a Semp Toshiba fez o Tricolor perder R$ 10 milhões
DIVULGAÇÃO/SÃO PAULO
Rompimento com a Semp Toshiba fez o Tricolor perder R$ 10 milhões

O São Paulo disputará, contra o Criciúma, neste sábado, o primeiro jogo após a rescisão de contrato com o principal patrocinador do time. Nesta sexta-feira, o clube divulgou o novo uniforme da equipe. Em vez da marca Semp Toshiba, a camisa trará menções às parcerias com o Facebook e o YouTube.

"Temos plena consciência de que nosso principal patrocinador é o torcedor, e nossa atuação digital é, hoje, um dos principais elos do clube com os são-paulinos. Além de privilegiar grandes parceiros do clube na área, essa iniciativa evidencia o valor que damos ao nosso relacionamento com a torcida tricolor", afirma o diretor de marketing do clube, Ruy Mauricio Barbosa.

O contrato com a Semp Toshiba terminaria apenas no final deste ano, mas acabou rescindido. O vínculo, dessa forma, terminou no fim de julho. O valor de patrocínio com a empresa eletroeletrônicos era de R$ 20 milhões por ano. Com o término do acordo, o São Paulo perderá quase R$ 10 milhões.

Em maio, o clube acertou dois contratos pontuais, para as partidas contra o CRB e o Corinthians. Na ocasião, a SIL Fios e Cabos Elétricos e a Cotação, distribuidora de câmbio turismo, estamparam suas marcas na barra da camisa.

O São Paulo ficou sem patrocinador master nos primeiros nove meses de 2010 e 2012. Após a saída da LG no fim de 2009 (após nove anos de contrato), o clube só acertou com a BMG em setembro de 2010 - o vínculo durou até o fim de 2011.

No começo de setembro do ano seguinte, o clube assinou contrato com a Semp Toshiba. A logomarca da linha STi foi estampada na camisa. Desde o meio do ano passado, a inscrição Semp apareceu no uniforme são-paulino.  

Leia tudo sobre: sao paulocamisapatrocinio