Lodeiro promete raça no Corinthians: 'Sem bola perdida'

Uruguaio garante que chega para brigar por títulos e destaca que está dando um passo importante em sua carreira

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Lodeiro já treinou, mas ainda não poderá fazer sua estreia pelo Corinthians
Reprodução/Facebook
Lodeiro já treinou, mas ainda não poderá fazer sua estreia pelo Corinthians

Mais de um mês após assinar contrato, o meia Nicolás Lodeiro foi oficialmente apresentado pelo Corinthians no início da noite desta sexta-feira. E o uruguaio não desapontou a torcida. Prometeu raça e empenho primeiro para conquistar uma vaga no time, e depois para buscar títulos para o clube.

"É muito bom chegar a um clube grande como o Corinthians. Fico no banco sem problema, mas meu objetivo é jogar e vou trabalhar duro para me tornar titular", disse o meia, que deve dar uma dor de cabeça ao técnico Mano Menezes. Lodeiro, um dos principais reforços da equipe no ano, vai disputar vaga com Jadson, Renato Augusto, Danilo e Petros.

O uruguaio, contudo, não parece se intimidar com a disputa. E promete se esforçar mesmo depois de buscar sua vaga entre os titulares. "Sei que a torcida gosta de jogador lutador, e posso dizer que comigo não tem bola perdida. Essa é a minha característica", declarou.

Ao ser comparado com seu compatriota Luis Suárez, responsável por um dos episódios mais inusitados da Copa do Mundo, ao morder o rival Chiellini, da Itália, Lodeiro se saiu bem e levou na esportiva a brincadeira. "Sou amigo dele, mas não é minha personalidade. Vou brigar, mas por outras coisas, por títulos", afirmou. "Este é um passo muito importante na minha carreira".

Lodeiro já vinha treinando com o grupo corintiano desde o fim da Copa do Mundo, porque o Uruguai deixou o torneio ainda nas oitavas de final. O meia, contudo, esperava ser regularizado na CBF, o que aconteceu nesta semana. Liberado para estrear, ele deve ser opção de Mano no banco de reservas. Petros e Jadson serão os meias do Corinthians contra o Coritiba, domingo, no Couto Pereira.

Leia tudo sobre: lodeirocorinthiansuruguaioreforçoapresentação