Ana Cláudia Lemos volta com ouro nos 100m em SP

Velocista brasileira completou o trajeto com 11s13 e atingiu a melhor marca da temporada em 2014

iG Minas Gerais | Agência Estado |

A musa Ana Claudia Lemos se destacou no Pan de Guadalajara, no México, e é uma das aposta brasileiras para conquistar medalhas de ouro em Londres
Divulgação
A musa Ana Claudia Lemos se destacou no Pan de Guadalajara, no México, e é uma das aposta brasileiras para conquistar medalhas de ouro em Londres

Ana Cláudia Lemos teve uma boa volta às pistas nesta sexta-feira. No Estádio Ícaro de Castro Melo, o Ibirapuera, em São Paulo, ela venceu os 100 metros do Campeonato Ibero-Americano com 11s13, nova melhor marca da temporada no País. Em todos os tempos, além da própria Ana Cláudia, recordista sul-americana com 11s05, só Franciela Krasucki conseguiu correr em 11s13. Depois do Mundial de Moscou, no ano passado, Ana Cláudia foi atrapalhada por sucessivas lesões. Desde então, só participou de uma competição regional em São Paulo, em junho, quando fez o índice para o Ibero-Americano.  "Tive um início de temporada difícil. Nos últimos nove meses fiz apenas um tiro para me classificar para o Ibero por causa de lesões no joelho, na sola do pé e uma fratura no dedinho. Eu sabia que estava bem preparada, mas foi o primeiro tiro da temporada. A gente sempre fica ansiosa para ver se o trabalho ia dar certo", disse Ana Cláudia.  No ano passado, Ana Cláudia correu três vezes abaixo de 11s10 e terminou a temporada como 21.ª do ranking mundial. Com a marca feita nesta sexta, ela assume o 31.º lugar de 2014. Franciela, que já havia corrido os 100m em 11s24 em abril, completou em terceiro no Ibero-Americano, com 11s43. "Claro que queria um resultado melhor. Saio daqui pouco satisfeita, mas tranquila. Tentei fazer o melhor", declarou. Na prova masculina, Jorge Henrique Vides foi derrotado por um peruano e terminou com a prata, com 10s31. Esposa de Marilson, Juliana Gomes dos Santos venceu nos 3.000 metros, com o tempo de 9min19s80.  RECORDE - Pela manhã, Wagner Domingos bateu duas vezes o recorde brasileiro no lançamento do martelo e conquistou a primeira medalha de ouro da competição, com 74,12 metros, melhorando em 76 centímetros o antigo recorde, obtido em 9 de julho. "Fiquei mais de três meses em treinamento na Eslovênia, baseado na cidade de Brezice. É difícil ficar tanto tempo fora de casa, mas é recompensador quando se melhora os resultados", comentou o Montanha. No salto com vara feminino, nível muito baixo. o Brasil foi representado por Patrícia dos Santos e Karla Rosa, que ganharam ouro e prata após passarem o sarrafo a 4,10m. Como comparação, Fabiana Murer lidera o ranking mundial com 4,80m. No salto em altura, Tamara Alexandrino, atleta do heptatlo, ganhou bronze.

Leia tudo sobre: Ana Cláudia Lemosatletismovelocistamedalhaouro