STJD absolve Inter e Fla por agressões a André Santos

Decisão foi tomada por não haver imagens que comprovassem as alegações do lateral-esquerdo

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Flamengo foi punido pelo STJD após escalação irregular de André Santos
FLAIMAGEM/DIVULGAÇÃO
Flamengo foi punido pelo STJD após escalação irregular de André Santos

Flamengo e Internacional conseguiram se livrar de serem punidos pelas agressões que o lateral-esquerdo André Santos alega ter sofrido ao sair do Estádio do Beira-Rio, há duas semanas, após partida entre os dois clubes. Nesta sexta-feira, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) acatou os argumentos de Inter e Fla e inocentou a ambos. André Santos não apareceu para depor no Rio. Assim, sem que ele pudesse afirmar se foi ou não agredido por torcedores do Flamengo, prevaleceu a tese defendida em conjunto pelos advogados de Flamengo (Michel Assef Filho) e Internacional (Daniel Cravo). Os dois justificaram o pedido de absolvição pelo fato de não haver imagens que comprovem que o lateral foi agredido. Após a partida, no último dia 20 de junho, André Santos deixava o Beira-Rio e se dirigia a uma van, quando foi encurralado por um grupo de torcedores do Flamengo, que o atacou e também ao segurança. Nenhum torcedor foi detido ou identificado por causa do incidente. No dia seguinte à agressão, André Santos deu entrevista à Rede Globo e falou sobre o caso: "Na hora que estava caminhando para van, eu não vi nenhum torcedor. Quando percebi a chegada de alguns deles, não tinha mais como voltar. Recebi chutes e socos. Protegi o rosto para não me machucar mais. Estava só com um segurança. Os policiais chegaram em seguida e me ajudaram bastante, mas até conseguir entrar na van eu apanhei bastante", relatou. Os advogados usaram a entrevista para defender que não houve agressão física, uma vez que as imagens captadas pela Globo não mostravam lesão. O Flamengo, também no dia seguinte à agressão, porém, havia assumido que André Santos foi atacado. "O Clube de Regatas do Flamengo repudia a agressão ao seu jogador André Santos, após a partida deste domingo, contra o Internacional, em Porto Alegre", dizia uma nota publicada no site oficial do clube. "Este tipo de atitude, além de criminosa, só vem a prejudicar o Flamengo." No julgamento desta sexta-feira, o Inter foi absolvido por três votos a um. O auditor que votou pela punição pediu perda de um mano de campo e multa de R$ 40 mil. Já o caso do Flamengo teve empate em dois a dois, o que beneficia o réu. Caso vencesse a tese de que o clube teve culpa, a punição seria de dois jogos e R$ 50 mil de multa. A procuradoria vai recorrer, mas ainda não há prazos para um novo julgamento.

Leia tudo sobre: André SantosFlamengoInternacionaljulgamentoSTJDdecisão