Mulher é internada com suspeita de ebola depois de viagem na África

Ela retornou de viagem há três dias e foi orientada a procurar atendimento médico, depois de apresentar sintomas parecidos com a doença

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Uma pessoa foi internada, na manhã desta sexta-feira (1°), com suspeita de ter sido infectada pelo vírus ebola. A mulher está em tratamento no Hospital de Doenças Tropicais Dr. Anuar Auad (HDT), em Goiânia.

A assessoria de comunicação do hospital confirmou a internarção e disse que a paciente teria apresentado sintomas como febre e diarréia, depois de viagem de dez dias em Moçambique, na África. As informações foram divulgadas pelo Correio Braziliense.

A mulher retornou de viagem há três dias e foi orientada a procurar atendimento médico. O país africano não tem casos de surto da doença.

Em Londrina, no Paraná,  uma angolana de 46 anos foi hospitalizada com sintomas que despertaram suspeitas. A paciente estava no Brasil  há dez dias, para acompanhar formatura do filho. Após a realização de alguns exames foi diagnosticada uma pneumonia e anemia e descartou-se a chance da angolana ter contraído o vírus do ebola.

Vítima do vírus

No início da semana, no dia 29 de julho, o ativista Sheik Umar Khan morreu vítima da doença.  O médico, de 39 anos, estava internado em um hospital na cidade de Kailahun e chegou a ser transferido para uma ala de tratamento dos Médicos sem Fronteiras, localizada no norte de Serra Leoa. Ele era uma das referências na luta contra o vírus do ebola e ficou conhecido depois de tratar vários pacientes da doença.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave