Escola técnica no Mercado do Santa Tereza já está em fase de estudo

Publicação no Diário Oficial do Município desta sexta feira dá conta que o empreendimento já passa pelo estudo de impacto de vizinhança

iG Minas Gerais | JULIANA BAETA |

Apesar da mobilização dos moradores do bairro Santa Tereza, na região Leste de Belo Horizonte, e da negativa da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) em confirmar a construção de uma escola técnica onde funcionava o Mercado Distrital de Santa Tereza, o Diário Oficial do Município (DOM) publicou, nesta sexta-feira (1°), que o terreno localizado na rua São Gotardo já está em fase de caracterização do empreendimento para início de processo de licenciamento urbanístico.

A prefeitura de Belo Horizonte informou que a publicação não garante a instalação do empreendimento no local e que este é que a a discussão ainda vai ter que passar pelo Conselho Municipal de Políticas Urbanas. Já a Fiemg informou que está apurando o caso para dar as informações de forma mais clara, mas que ainda não há nada definido.

No DOM, consta que a ideia é utilizar a edificação já existente no local (onde funcionava o Mercado Distrital e a Escola Estadual Pedro Américo) para instalar uma escola de educação profissional de nível técnico e centro de treinamento por meio do Sesi/Senai. A escola irá servir para capacitar profissionais para a indústria automotiva e terá capacidade para 600 alunos por turno.

Ainda de acordo com a publicação no DOM, o empreendimento terá um espaço multiuso para a comunidade e a edificação do antigo Mercado do Santa Tereza terá a fachada mantida e as instalações recuperadas. Já a edificação da escola terá o espaço interno e as fachadas reformadas.

A reportagem entrou em contato com a prefeitura de BH e com a Fiemg e aguarda o posicionamento oficial das entidades. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave