Segunda parceria público-privada amplia Umeis em BH

Segundo prefeito de Belo Horizonte, a meta é construir 113 novas Umeis em oito anos; atualmente, são 88 unidades em funcionamento na capital

iG Minas Gerais | CINTHIA RAMALHO/ JULIANA BAETA |

Destaque. Estrutura da Umei Timbiras, no centro, é bastante elogiada pelos pais que conseguem vagas
FERNANDA CARVALHO - 22.10.2013
Destaque. Estrutura da Umei Timbiras, no centro, é bastante elogiada pelos pais que conseguem vagas

Em sua primeira aparição pública desde os comentários polêmicos sobre a queda do viaduto Batalha dos Guararapes, na avenida Pedro I, há quase um mês, o prefeito de Belo Horizonte Marcio Lacerda anunciou nesta sexta-feira (1°) a inauguração de 14 novas Unidades Municipais de Educação Infantil (Umeis).

Isso se tornou possível por causa da segunda parceria público-privada que amplia o plano da construção das Umeis. A empresa é a Odebrecht, que será responsável pelos serviços de manutenção das escolas, enquanto a prefeitura irá se encarregar da parte pedagógica. A primeira parceria aconteceu em 2012 e demandou o investimento de R$ 190 milhões.

Ao todo, com as duas parcerias, serão construídas 46 Umeis e cinco escolas municipais de ensino fundamental em Belo Horizonte. Atualmente, são 88 as Umeis em funcionamento na capital, sendo que 11 delas foram construídas por meio da parceria do setor público com o privado.

Com a segunda parceria, o número de vagas na escolas passa a ser 6.160. Segundo o prefeito, em 2014, são 27 mil as crianças atendidas pela rede municipal de educação. “Temos um sentimento positivo e sentimos um grande avanço da qualidade de vida em nossa cidade”, disse Lacerda.

Cada Umei tem 1.100m² e cada escola tem 4.500m². A previsão é que até o final de 2015 o projeto seja concluído e a meta, segundo o prefeito, é construir 113 Umeis em oito anos.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave