Messi e Blatter vão ao funeral de Julio Grondona

Presidente da AFA morreu na última quarta-feira, aos 82 anos, vítima de complicações cardíacas

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Lionel Messi e o presidente da Fifa, Joseph Blatter, foram algumas das presenças ilustres no funeral de Julio Grondona, realizado nesta sexta-feira, em Buenos Aires, na sede da Associação do Futebol Argentino (AFA). Presidente da entidade, Grondona morreu na última quarta-feira, aos 82 anos, vítima de complicações cardíacas.

Messi chegou cedo e em silêncio, depois de abandonar suas férias na Itália, para prestar seus últimos tributos ao dirigente argentino. Poucos momentos depois, também sem falar com a imprensa, foi a vez de Blatter marcar presença para homenagear Grondona, que também ocupava o cargo de vice-presidente da Fifa.

Além de Messi, outros integrantes da seleção argentina vice-campeã mundial deste ano estiveram presentes na cerimônia: Javier Mascherano, Maxi Rodríguez, Fernando Gago, Lucas Biglia e o técnico Alejandro Sabella. Outros que estiveram na sede da AFA para prestar suas homenagens foram os ex-jogadores José Luis Brown e Julio Olarticoechea, campeões mundiais de 1986 com a seleção, e os técnicos José Pekerman, Alfio Basile, Héctor Veira e Carlos Merlo.

Julio Grondona estava no comando da AFA há 35 anos e morreu na última quarta depois de passar mal durante a madrugada. Ele chegou a ser encaminhado ao hospital e passaria por uma cirurgia de emergência, mas não resistiu. A previsão é de que o corpo do dirigente seja sepultado ao entardecer, nesta sexta, em um cemitério em Avellaneda, ao lado de sua esposa Nélida Pariani, que morreu em junho de 2012.

Leia tudo sobre: messienterrogrondonaargentina