Ainda alvo de vaias, Egídio diz que está se acostumando com cobranças

Apesar das críticas, jogador tem ao seu lado os números: sexto melhor passador, terceiro em cruzamentos certos e sétimo em desarmes em 2013

iG Minas Gerais | BRUNO TRINDADE |

Egídio mostra uma postura confiante para o clássico de domingo
Washington Alves/VIPCOMM
Egídio mostra uma postura confiante para o clássico de domingo

Alguns erros em uma partida no Mineirão são suficientes para parte dos torcedores do Cruzeiro pegarem no pé do lateral-esquerdo Egídio. O jogador, titular na temporada passada, reconquistou o seu espaço na equipe em 2014 - pois chegou a perder a posição para o paraguaio Samudio - e vem sendo o escolhido pelo técnico Marcelo Oliveira para iniciar as partidas.

Como tem jogado com frequência, o camisa 6 afirma que está se acostumando a lidar com as cobranças vindas das arquibancadas. “A gente está se acostumado com as cobranças. Tenho que trabalhar, aprimorar, para chegar no jogo e cumprir bem a minha função. A cobrança é normal, aceito normal. Estou disposto a me dedicar e melhorar cada vez mais”, afirmou.

Apesar de algumas jogadas não serem tão bem executadas pelo lateral, o atleta é extremamente ativo na partida, não se esconde do jogo e tenta investidas a todo momento. Reflexo disso são os bons números do atleta. Em 2013, ele foi o sexto melhor passador, o terceiro em cruzamentos certos e o sétimo em desarmes certos.

Na edição deste ano, Egídio afirma que ainda busca obter o mesmo rendimento da temporada anterior. “Hoje também me cobro um pouco. O Ageu (auxiliar técnico) também fala que ano passado roubei muita bola e hoje estou um pouco atrás. O passe é coisa de base, é fundamental, e precisamos acertar cada vez mais”, concluiu.

Leia tudo sobre: cruzeiroegidiocobrançasvaiastime