Com efeito realista, tatuagem 3D enfeita as ‘telas humanas’

Tinta tridimensional exige quantidade maior de detalhes e mais agulhadas

iG Minas Gerais | Ana J. Calderone |

Real. Corrine Skeen, 28, escolheu uma tatuagem 3D para homenagear uma tia que morreu de câncer
Matt Roth/The New York Times
Real. Corrine Skeen, 28, escolheu uma tatuagem 3D para homenagear uma tia que morreu de câncer

Nova York, EUA. Se você está pensando em fazer uma tatuagem ou acrescentar mais uma à meia dúzia que já tem, as alternativas existentes podem ter se multiplicado desde a última vez em que visitou o estúdio de tatuagem. Que tal fazer uma 3D?  

O artista suíço H.R. Giger, que morreu em maio, é mais conhecido pela criação do personagem de pesadelo em “Alien, o Oitavo Passageiro”, mas também é o pai das tatuagens tridimensionais. Sua obra gerou o estilo conhecido como tatuagem biomecânica, cujo fascínio já se estendeu além dos fãs de ficção científica. “As pessoas tatuavam esses tubos na pele na década de 80”, afirmou Mark Mahoney, proprietário do Shamrock Social Club em West Hollywood, na Califórnia. “Então é engraçado ver o ressurgimento disso”.

“Acabei de fazer um corte de imagem real de músculos num ombro”, contou Mahoney. Outras opções incluem a ilusão de pele arrancada e estilos mais palatáveis, como animais naturais ou objetos que parecem estar em movimento.

“O efeito 3D faz parecer mais orgânico, como se pertencesse à minha pele”, afirmou Corrine Skeen, 28, técnica em saúde de Baltimore.

No mês passado, ela escolheu uma tatuagem tridimensional para homenagear uma tia que morreu de câncer. “Queria que ficasse como uma borboleta de verdade pousada no meu ombro”, disse.

Não indicada para os sensíveis, a tinta 3D exige uma quantidade maior de detalhes e agulhadas, num trabalho que pode ser bem intensivo – trocando em miúdos, mais dolorido. “Esse tipo de tatuagem é denso, e é preciso ter um lado sombrio”, afirmou Mahoney. “Quem a faz está realmente comprometido”.

Divulgação. Por enquanto, a mídia social tem o volume maior de inspirações tridimensionais. “O Instagram é uma forma excelente de ver o portfólio dos artistas quando estou interessada numa tatuagem nova”, disse Corrine, dona de quatro delas. “Então, quando vi fotos de tatuagens fotorrealistas e com efeito tridimensional, sabia que queria algo do gênero”.

Apesar da visibilidade crescente das tatuagens super-realistas nos sites de mídia social, Jon Mesa, tatuador itinerante que trabalhou recentemente nos estúdios Bang Bang Tattoos e Sacred Tattoo, nos EUA, garante que usar algumas dessas fotos como referência pode não dar muito certo. “Continua sendo bacana, mas perde o impacto de uma imagem no celular”, disse.

Existem outras opções para quem estiver interessado em se enfeitar.

Aquarela. A tatuagem é vista há muito tempo como uma forma de arte, e nada se aproxima mais disso do que a tatuagem com aquarela.

Segundo Mesa, o estilo é derivado do método livre europeu. “Não é baseado nos desenhos de marinheiros ou japoneses da velha-guarda. Tem mais a ver com expressão, movimento e escolha de cores do que com o mero poder da imagem”.

Detalhes

Estética. Em comparação à tatuagem 3D, a aquarela tem poucos detalhes para simular a estética imprecisa e fluida de uma pintura. Um ponto negativo é sua incapacidade de envelhecer tão bem quanto as tradicionais.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave