Presidente da CUT reforça apoio à reeleição de Dilma

Vagner de Freitas, que comanda a entidade historicamente próxima ao PT, diz que oposição quer retroceder

iG Minas Gerais | Da Redação |

O presidente da CUT Nacional, Vagner de Freitas, fez um discurso de apoio à presidente Dilma Rousseff durante o seu primeiro ato de campanha em São Paulo nesta quinta-feira, 31. Segundo Vagner, a presidente é a única que vai manter os direitos dos trabalhadores. "A oposição quer retroceder", disse.  Segundo ele, só podemos fazer reivindicação com candidatos que têm compromisso com o trabalhador e não com os patrões. Ele lembrou o episódio do banco Santander, que enviou um comunicado a alguns clientes afirmando que a economia iria piorar com a reeleição da presidente. "Nós não somos o Santander, o Santander pode estar do lado deles, mas nós estamos do seu lado, Dilma", afirmou.  Após o discurso de Vagner, a CUT anunciou que, de "forma unânime", a entidade decidiu em sua 14ª plenária, realizada nesta semana, formalizar o apoio à reeleição da presidente.