Militantes islâmicos da Líbia dominam Benghazi

A escalada de violência da última semana renovou os temores de que a Líbia, que vive uma grave instabilidade política desde a deposição do ditador Muamar Kadafi, em 2011

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Milícias islâmicas tomaram controle da cidade de Bengazi, na Líbia, nesta quinta-feira (31). Entre os militantes, está um grupo acusado pelos Estados Unidos de matar o embaixador americano e outros dois cidadãos dos EUA em 2012.

A escalada de violência da última semana renovou os temores de que a Líbia, que vive uma grave instabilidade política desde a deposição do ditador Muamar Kadafi em 2011, possa agravar a situação de guerra civil.

Nesta semana, as milícias também voltaram a lutar pelo controle do aeroporto internacional de Trípoli. As disputas continuaram mesmo em meio a um incêndio em um depósito de combustíveis, que fica próximo ao local.

A capital da Líbia enfrenta o pior episódio de violência desde a guerra civil de 2011, o que impede uma transição democrática. O novo Parlamento assumirá no próximo mês.

Os conflitos já deixaram 97 mortos e mais de 400 feridos, segundo números do Ministério da Saúde. A luta em Trípoli ocorre depois de meses de batalhas em Benghazi, onde milícias lideradas por islâmicos combatem aliados do general renegado Khalifa Hifter. Fonte: Associated Press.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave