Após resultados ruins, Ferrari demite chefe de motores

Marmorini estava na escuderia italiana desde 2009, quando foi contratado da Toyota

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Os resultados ruins da Ferrari na primeira metade da temporada 2014 da Fórmula 1 provocaram mudanças na equipe. Nesta quinta-feira, a escuderia italiana anunciou a saída de Luca Marmorini do cargo de diretor de motores e do departamento de eletrônica.

Marmorini estava na Ferrari desde 2009, quando foi contratado da Toyota. E a sua saída faz parte do processo de remodelação do departamento técnico da equipe, que anunciou Mattia Binotto como chefe de operações, enquanto Lorenzo Sassi se tornou o novo designer de motores.

O motor V6 da Ferrari não vem conseguindo acompanhar o ritmo e a evolução do Mercedes, que venceu nove das 11 provas da temporada 2014 da Fórmula 1 e conquistou dez poles, sendo uma delas com a Williams e outra com a Mercedes. O motor Renault, que equipe a Red Bull, ganhou duas corridas.

Com desempenho discreto, a Ferrari é a terceira colocada do Mundial de Construtores, com 142 pontos, bem atrás da Mercedes, com 393, e da Red Bull, com 219. A situação no Mundial de Pilotos não é melhor. Enquanto o espanhol Fernando Alonso está em quarto lugar, o finlandês Kimi Raikkonen ocupa a 12ª colocação.

Leia tudo sobre: automobilismoferrariluca marmorinitoyotav6renault