STJD denuncia Palmeiras e Corinthians por depredação

Cadeiras quebradas por torcedores no clássico paulista devem render multa e perdas de mando de campo

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Torcedores do Palmeiras postaram fotos das cadeiras quebradas no Itaquerão em redes sociais
Instagram/Reprodução
Torcedores do Palmeiras postaram fotos das cadeiras quebradas no Itaquerão em redes sociais

A Procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) denunciou Palmeiras e Corinthians por causa das 258 cadeiras quebradas pela torcida palmeirense no clássico do último domingo no Itaquerão, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. Para a Procuradoria, os dois clubes infringiram o artigo 213, I, e §§1º e 2º, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) por não impedir que os torcedores quebrassem os assentos e, por isso, podem ter de pagar multa de até R$ 100 mil e perder o mando de campo em até dez partidas.

Independentemente do resultado do julgamento no STJD, que deve ocorrer na próxima semana, o Palmeiras terá de pagar R$ 45 mil ao Corinthians. Acordo feito entre os dirigentes dos dois clubes antes do jogo determinava que o Palmeiras pagaria pelos danos causados por sua torcida. O clube do Parque São Jorge cobrou R$ 175 por cada cadeira danificada - alguns assentos foram quebrados e outros pichados com letras MV, em alusão à torcida organizada Mancha Verde. Além das cadeiras, um secador de mãos de um dos banheiros da área dos visitantes foi destruído.

O Corinthians deve enviar nos próximos dias as imagens do circuito interno de segurança do estádio em Itaquera para a diretoria do Palmeiras, que pretende identificar os vândalos e cobrar deles o prejuízo causado aos cofres do clube. No domingo, alguns torcedores ironizaram o quebra-quebra. "Põe na conta do (Paulo) Nobre (presidente do Palmeiras)", diziam.

Até agora, dois torcedores do Palmeiras, Diego Sequia e William Santon, foram identificados porque publicaram fotos em redes sociais das cadeiras danificadas. No domingo, 2 mil palmeirenses estiveram no Itaquerão, na derrota de 2 a 0 para o rival paulista.

No dia 25 de outubro, as duas equipes voltam a se enfrentar pelo segundo turno do Campeonato Brasileiro e a partida deve ser realizada no Allianz Parque - a previsão é que o novo estádio do Palmeiras seja inaugurado até o fim de setembro. Já está decidido que eventuais danos causados pela torcida do Corinthians serão pagos pela diretoria do adversário.

Leia tudo sobre: stjdpalmeirascorinthiansbrigamancha verdecadeirasitaquerãoclássicobrasileirãotorcidapuniçãoganchomulta