Número de mortos em deslizamento na Índia sobe para 35

Segundo o porta-voz da NDRF, Shri Anil Shekhawat,, os trabalhos avançam lentamente por consequência das fortes chuvas e pela grande quantidade de lama

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

O número de mortos na avalanche de terra que soterrou parte de uma aldeia no oeste da Índia subiu para 35, enquanto aproximadamente 125 podem estar soterradas, segundo autoridades de saúde e da Força de Resposta de Desastres Nacionais (NDRF, sigla em inglês).

Segundo o porta-voz da NDRF, Shri Anil Shekhawat,, os trabalhos avançam lentamente por consequência das fortes chuvas e pela grande quantidade de lama, e que as 500 pessoas que participam da operação usam equipamentos leves para evitar ferimentos em possíveis sobreviventes.

O desastre aconteceu na quarta-feira (30) às 5h locais (20h30 de Brasília da terça-feira) quando a encosta de uma colina desabou sobre Malin, no Estado de Maharashtra, devido às fortes chuvas, o que acabou soterrando a maioria das casas da aldeia, cerca de 50.

No momento do deslizamento de terra, os habitantes do local estavam dormindo em suas casas. As inundações e as avalanches de terra são frequentes durante a temporada das monções na Índia, assim como o desmoronamento de edifícios por causa do estado precário das infraestruturas, da falta de manutenção e da corrupção.

Cerca de 580 pessoas morreram e 5,7 mil desapareceram nas inundações e deslizamentos de terra ocorridos há um ano nas áreas montanhosas do Estado de Uttarakhand, no norte do país.