Comerciante se masturba na frente de irmãos menores e é preso

Suspeito teria convidado os irmãos de 11,12 e 13 anos para tomar banho de piscina em sua casa e abusado deles; um computador do homem, com fotos que seriam de meninas menores, foi apreendido

iG Minas Gerais | Fernanda Viegas |

Um comerciante de 39 anos foi preso, suspeito de ter abusado de uma criança e de seus dois irmãos adolescentes, em Campo Florido, no Triângulo Mineiro, nessa quarta-feira (30). O pai das vítimas foi quem procurou a Polícia Militar (PM) para registrar a denúncia.

De acordo com o homem, sua enteada, uma criança de 11 anos, contou que ela foi com os irmãos, de 12 e 13 anos, à casa de Gilberto Nogueira Gonçalves, na rua Lúcio Vital Barbosa, no centro da cidade. No local, eles teriam tomado banho de piscina e depois Gonçalves teria pedido que eles praticassem sexo oral nele. As vítimas teriam se recusado e o suspeito teria se masturbado na frente dos menores.

Em seguida, a adolescente de 12 anos teria ficado sozinha com o suspeito na sala da casa dele e a irmã ouviu ela gritar para ele parar, porque estaria doendo. À PM, a menina contou que Gonçalves passou as mãos em seus seios e nos órgãos genitais dela. Além disso, teria tentado beijá-la e colocar o pênis na vagina dela.

Após todo o abuso, Gonçalves teria dado R$ 10 para cada uma das vítimas para que não contassem aos pais sobre o que teria acontecido.

O conselho tutelar da cidade informou para a PM que já existem outras queixas contra o suspeito. Ele sempre agiria da mesma forma, de acordo com as denúncias: chamando os menores para tomarem banho de piscina na casa dele e dando dinheiro para que fiquem calados. Ainda, um relatório sobre as denúncias contra Gonçalves já teria sido encaminhado para o Ministério Público de Minas Gerais.

Ele foi preso em sua casa e negou os crimes. No local, foram apreendidos 15 maços de cigarros do Paraguai e um computador, que continha fotos de meninas, que aparentam ser menores de idade.  

Leia tudo sobre: estuproirmãospiscinacomerciante