Argentina confirma corte de Ginóbili após veto do Spurs

Após realizar exames em Ginóbili, o Spurs concluiu que a ida do ala ao Mundial poderia acarretar em um problema físico

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

DIVULGAÇÃO/SPURS
undefined

A seleção argentina masculina de basquete terá um desfalque de peso para a disputa do Mundial da Espanha, que começará no fim de agosto. Principal jogador do país, o ala Manu Ginóbili está fora do torneio, depois que seu time, o San Antonio Spurs, da NBA, vetou sua presença. O anúncio do corte foi feito nesta quinta-feira, pela Confederação Argentina (CABB).

"Manu Ginóbili não jogará o Mundial da Espanha. O San Antonio Spurs não o autorizou, aplicando a cláusula do acordo Fiba/NBA sobre 'limitações e outros requerimentos sobre a participação de jogadores da NBA com suas seleções nacionais'", explicou a CABB em nota oficial.

De acordo com esta cláusula, a equipe da NBA pode vetar a participação de seus jogadores por suas seleções em partidas da Federação Internacional de Basquete (Fiba) se houver qualquer risco de lesão. Depois de realizar exames em Ginóbili, o Spurs concluiu que a ida do ala ao Mundial poderia acarretar em um problema físico.

"O acordo indica: 'Os jogadores da NBA não estão autorizados a participar com sua seleção nacional quando existir uma preocupação médica razoável que implique que a citada participação possa colocar o jogador em risco físico", detalhou a CABB.

Ginóbili teve uma desgastante temporada na NBA, já que o Spurs disputou o campeonato até o final e ficou com o título após bater o Miami Heat na decisão. Pouco depois da conquista, o argentino foi diagnosticado com uma fratura por estresse na perna direita. Ele mesmo minimizou o problema, garantindo que teria condições de estar no Mundial, mas diante do risco de agravar o problema, acabou sendo vetado.

Leia tudo sobre: Ginóbilivetadoargentinaspursbasquetenbamundial