Gerrard diz que aconselhou Suárez a rejeitar o Arsenal

Para inglês, a permanência acabou sendo melhor para o uruguaio, que, de acordo com ele, "é bom demais para o Arsenal"

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Em seu site oficial, Barcelona exalta o acerto com o mais novo reforço Luis Suárez
BARCELONA/ DIVULGAÇÃO
Em seu site oficial, Barcelona exalta o acerto com o mais novo reforço Luis Suárez

O uruguaio Luis Suárez acertou recentemente sua transferência para o Barcelona, mas antes disso, no início da temporada passada, esteve muito próximo de acertar com o Arsenal. O atacante chegou a revelar o desejo de ir para o time londrino, mas não foi liberado pelo Liverpool. Entre os que fizeram força para que ele ficasse em Anfield Road, estava o capitão Steven Gerrard, que aconselhou seu colega a rejeitar a proposta do rival inglês.

"Você não pode ir contra ele quando ele diz que está indo para o Barcelona. Seu sonho desde o primeiro dia em que chegou era jogar no Real Madrid ou no Barcelona. No último verão (europeu), ele estava treinando no frio por conta própria e eu tive essa conversa com ele. Eu disse: 'Não vá para o Arsenal'", revelou o meio-campista em entrevista ao jornal inglês The Telegraph.

Ao fim da temporada 2012/2013, o Arsenal tentou de todas as formas tirar Suárez do Liverpool e fez uma oferta de 40 milhões de libras pelo jogador. Na época, o próprio atacante chegou a pedir para a diretoria de seu clube para ser liberado, mas não foi atendido. Para Gerrard, a permanência acabou sendo melhor para o uruguaio, que, de acordo com ele, "é bom demais para o Arsenal".

"Eu teria ficado realmente triste e desapontado de ver o Luis indo para o Arsenal. Com todo o respeito a eles, eu disse a ele que ele era bom demais para o Arsenal. Eu disse 'se você fizer 30 gols para nós e for o jogador do ano na Inglaterra, o Real ou o Barcelona virão atrás de você'", comentou Gerrard.

Para o meio-campista, Suárez tentou forçar a transferência para o Arsenal por ter recebido conselhos errados. "Eu acho que ele recebeu conselhos de pessoas erradas ao redor dele, de pessoas dizendo que ele tinha que jogar a Liga dos Campeões e não importava por que equipe".

Apesar de parabenizar o ex-colega pela chegada ao Barcelona, Gerrard não deixa de lamentar a saída. "Eu acho que se tivéssemos o Suárez seriamos favoritos (ao título inglês). Estou desapontado de vê-lo sair agora, mas estou feliz por ele, que conseguiu o que queria e merece. Desde o primeiro dia ele foi fenomenal nos treinos diários e nos jogos", elogiou.

Leia tudo sobre: gerrardaconselhousuareznaoirarsenalinglaterra