Foco a partir do nosso século

Circuito Banco do Brasil vai iniciar sua programação itinerante em BH, no dia 18 de outubro, e traz o Linkin Park

iG Minas Gerais | Carlos Andrei |

Inédito. Esta é a primeira vez que a banda Linkin Park se apresenta em Belo Horizonte e em Brasília
CBB/Divulgação
Inédito. Esta é a primeira vez que a banda Linkin Park se apresenta em Belo Horizonte e em Brasília

SÃO PAULO. A segunda edição do Circuito Banco do Brasil vai levar a quatro cidades brasileiras, sendo a primeira delas a receber as atrações, Belo Horizonte (18/10), depois Brasília (19/10), São Paulo (1/11) e Rio de Janeiro (8/11), nomes nacionais, como Pitty, Titãs, Frejat, Skank, Plebe Rude, Nação Zumbi, Dado Villa Lobos e Marcelo Bonfá, além de um time de estrelas internacionais que se firmaram a partir dos anos 2000.

São eles, Linkin Park, que se apresentará pela primeira vez na capital mineira junto com Panic! At The Disco, Kings of Leon, Paramore e MGMT. Com tal arranjo, Luiz Oscar Niemeyer, criador da Planmusic, realizadora do evento, observa que o evento neste ano ganha uma roupagem ainda mais jovem se for comparado à estreia em 2013, centrada em Red Hot Chili Peppers, Stevie Wonder e Joss Stone.

“O desafio deste ano é fazer um festival ainda melhor do que o do ano passado, buscando não repetir fórmulas, mas também se reinventar. Acho que nós fomos muito felizes no desenho do line up, porque conseguimos reunir artistas que são headliners em outros eventos ao redor do mundo, como o Linkin Park, que nunca esteve antes em Belo Horizonte e em Brasília. Eles também refletem o nosso interesse em dialogar com um público jovem, por isso houve uma busca por rejuvenescer a programação”, explicou Luiz Oscar Niemeyer, durante coletiva de imprensa realizada ontem em São Paulo.

Ele também destacou a presença da cantora Pitty, que deve aproveitar o momento para promover o novo disco “Setevidas”, assim como o grupo Skank, em fase de trabalho de divulgação do álbum “Velocia”. “Eles entram na programação trazendo o vigor dessa nova fase. Acho que vai ser um momento muito interessante tanto para os artistas quanto para o público do festival”, acrescenta Oscar.

Ainda em fase de escolha do repertório, a cantora baiana ressaltou que cada show ela entende como um organismo vivo. Para este, que vai levar a São Paulo e Rio de Janeiro, Pitty adianta querer conciliar novidades e sucessos do início da carreira. “Tem que ter essa sagacidade de saber quais coisas devem ser tocadas no palco. Acho que é importante mostrar o novo, porque assim nós damos o passo adiante, apresentando o que estamos produzindo agora, mas também é preciso revisitar o que as pessoas gostam e já conhecem porque é bom que todo mundo fique feliz”, resumiu a roqueira, animada com a ideia de participar do evento que mescla música, esporte e sustentabilidade.

Plebe. Marcelo Bonfá, um dos fundadores da banda Legião Urbana, manifestou também felicidade com o convite para integrar o elenco de músicos e retomar parceria com Dado Villa-Lobos, se apresentando junto com o grupo Plebe Rude. Para ele, será um reencontro de conterrâneos e contemporâneos de uma fase do rock nacional. “Será algo muito importante essa parceria com a Plebe. É como se voltássemos ao início da nossa carreira e sem dúvida é algo que nos enche de boas expectativas. Será uma celebração daqueles momentos do rock de Brasília!”, disse.

Além de manter um braço no esporte, inaugurando desta vez a primeira edição da Copa Brasil de Street Skate a ser realizada em Belo Horizonte, o Circuito Banco do Brasil mantém o concurso VOZPRATODOS, que abre chances para bandas recentes ou com poucos anos de estrada, interessadas em conquistar mais alcance e visibilidade.

De acordo com o coordenador da iniciativa, Gabriel Lupi, como no certame que começou em 2013, uma banda é escolhida para integrar o line up junto a outras atrações nacionais e internacionais. “O processo ocorre desta vez em quatro etapas. Há, no primeiro momento, inscrições de artistas de cidades de todo o país. Depois, uma curadoria indica dez nomes, que passam por uma votação popular por meio da internet”, explicou Gabriel Lupi.

No ano passado, foram inscritos cerca de mil grupos musicais, sendo um deles a banda Scracho, que completa uma década de existência em 2014.

O jornalista viajou a convite do Circuito Banco do Brasil

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave