EUA suspendem emissão de vistos após pane no sistema

Embaixada orienta candidato a reagendar entrevista marcada para os próximos 15 dias

iG Minas Gerais | Aline Reskalla e Litza Mattos |

Fila longa. Nos primeiros seis meses do ano, foram emitidos mais de meio milhão de vistos no Brasil
DiscoverAmerica/divulgação
Fila longa. Nos primeiros seis meses do ano, foram emitidos mais de meio milhão de vistos no Brasil

Desde o dia 21 de julho, quando o sistema de computação responsável por processar passaportes e pedidos de vistos para os Estados Unidos entrou em colapso, até nesta quarta, aproximadamente 176 mil brasileiros não conseguiram obter ou renovar os vistos para a terra do Tio Sam. O cálculo foi feito pela reportagem com base na média diária de emissão de vistos do mês de junho.  

O problema no banco de dados consular norte-americano levou a um atraso global na emissão de documentos de viagem ao país, e segundo comunicado divulgado no site da Missão Diplomática dos Estados Unidos no Brasil, não tem data para ser solucionado. Um e-mail está sendo enviado para as pessoas que já agendaram ou pediram a entrevista, o que é feito pela internet, solicitando que elas remarquem as datas ou mesmo cancelem a viagem.

“Consta em nossos sistemas que você tem um agendamento para solicitar um visto nas próximas duas semanas. Infelizmente, no momento, não podemos prever quanto tempo levaremos para processar os vistos que já foram aprovados. Sugerimos o reagendamento de suas entrevistas ou ainda ajustar seus planos de viagem”, diz um trecho do comunicado, que ainda lamenta “imensamente o inconveniente”.

Com entrevista marcada para esta quinta no consulado norte-americano do Rio de Janeiro, o comerciante mineiro Guilherme Castro, 28, ficou surpreso quando recebeu o e-mail da embaixada, nesta quarta.

“Achei que ia ter que cancelar a viagem marcada para setembro, mas entrei em contato com o posto de atendimento em Belo Horizonte e eles me disseram que o atraso está ocorrendo apenas na entrega do documento, e que não tinha necessidade de desmarcar a entrevista”, afirmou.

Segundo Castro, a previsão informada pelo órgão é de que a entrega do documento, que seria feita num prazo de seis à dez dias, deve levar 20 dias.

No site da Missão Diplomática, o comunicado diz que o “Bureau de Assuntos Consulares do Departamento de Estado está enfrentando problemas técnicos com o seu sistema de passaporte e visto. Estamos operando com capacidade reduzida e será assim até que os documentos atrasados sejam processados. O problema é mundial e não é de um país, ou documento de cidadania, ou categoria de visto em especial. Estamos trabalhando para corrigir o problema e esperamos que o sistema volte a funcionar o mais rápido possível”.

Mais de meio milhão de vistos foram emitidos no 1º semestre Balanço divulgado no dia 14 de julho pela Missão Diplomática dos Estados Unidos no Brasil mostra que foram emitidos mais de meio milhão de vistos para brasileiros no primeiro semestre de 2014. Foram exatamente 525.358 documentos desse tipo concedidos até junho deste ano. Apenas nesse mês, foram 87 mil vistos concedidos no país – 4% mais que no mesmo período do ano anterior. O consulado de São Paulo é o que mais emitiu o documento, com 281 mil pessoas beneficiadas, seguido pelo do Rio de Janeiro, com mais de 136 mil, e o de Brasília, que emitiu quase 62 mil vistos. Por último, a representação dos EUA em Recife concedeu 45.766 em 2014. Em dias normais, com o sistema funcionando sem problemas, segundo a Missão Diplomática dos EUA, o tempo médio de espera para agendamento do visto tem ficado em dois dias em todos os quatro consulados. Em todo o ano de 2013, foram emitidos mais de um milhão de vistos: 1.057.854.

Cartola barrado O presidente do Bayern de Munique, Karl-Heinz Rummenigge, não conseguiu visto para entrar nos EUA e não acompanhou a equipe em excursão pelo país. Ele não renovou o visto por causa dos problemas técnicos. Manutenção O problema apareceu inicialmente depois de uma “manutenção de rotina” no banco de dados consular, disse a porta-voz do Departamento de Estado, Marie Harf, em entrevista para uma TV nos EUA.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave