Secretário de Defesa Social de MG deixa cargo nesta quinta

Gestão aumentou transparência de dados, mas não freou criminalidade; procurador vai assumir

iG Minas Gerais | bernardo miranda |

Marco Antônio Romanelli já chefiou a Advocacia Geral do Estado
Wellington Pedro/Imprensa MG - 21.2.2013
Marco Antônio Romanelli já chefiou a Advocacia Geral do Estado

O planejamento da segurança em Minas Gerais vai trocar de mãos nesta quinta, último dia da gestão de Rômulo Ferraz no comando da pasta do Secretário de Estado de Defesa Social (Seds). Nesta sexta, ele vai passar o cargo para o procurador estadual Marco Antônio Romanelli, que já ocupou o cargo de advogado geral do Estado.

Ferraz assumiu a chefia da Seds em março de 2012, quando o Estado sofria com a criminalidade em alta e a falta de estatísticas sobre a violência em Minas. Durante a gestão de Ferraz, houve melhora na confiabilidade dos dados em segurança, mas o crescimento da violência não foi freado.

Os dados dos crimes violentos passaram a ser divulgados mensalmente, sobre todos os 853 municípios de Minas. Na gestão anterior, de Lafayette Andrada, as informações só eram divulgadas anualmente e com detalhes da região metropolitana.

O aumento da transparência das informações, no entanto, foi acompanhado da alta nos crimes violentos. Tanto em 2012 quanto em 2013, houve aumento de 22% nos registros de violência.

O substituto de Ferraz é procurador do Estado de carreira e assumiu em 2010 a Advocacia Geral do Estado. Romanelli ocupou o cargo até abril deste ano. Procurada, o governo não informou o motivo da troca.

Prefeitura. Deve haver mudanças também no comando do Executivo na capital. Conforme publicação no “Diário Oficial do Município” nessa terça, o chefe da Superintendência de Limpeza Urbana, Sidney Bispo, será substituído por Vitor Mário Valverde, ex-secretário de Juiz de Fora.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave