Armando Monteiro tem 43% das intenções de voto em Pernambuco

Candidato escolhido pelo ex-governador e presidenciável Eduardo Campos (PSB-PE) tem apenas 11%

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

O senador Armando Monteiro Neto (PTB-PE) saiu na frente na disputa pelo governo de Pernambuco, segundo pesquisa Ibope encomendada pela TV Globo e divulgada na noite desta quarta-feira (30).

Armando Monteiro tem 43% das intenções de voto, enquanto Paulo Câmara (PSB), candidato escolhido pelo ex-governador e presidenciável Eduardo Campos (PSB-PE), tem 11%.

O candidato José Gomes (PSOL) tem 2%, enquanto Jair Pedro (PSTU), Miguel Anacleto (PCB) e Pantaleão (PCO) têm 1% cada um.

Segundo a pesquisa, a primeira do Ibope na atual temporada eleitoral, 19% dos entrevistados votariam em branco ou nulo e 22% não sabem em quem votariam.

A margem de erro da pesquisa é de três pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança da pesquisa, ou seja, a probabilidade de o resultado estar certo, é de 95%.

A pesquisa foi realizada entre os dias 26 e 28 de julho. Foram entrevistados 1.204 eleitores em 57 municípios pernambucanos.

A pesquisa está registrada no TRE-PE (Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco) sob o número 00012/2014, e no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o número 00269/2014.

Rejeição

A pesquisa também levantou o percentual de rejeição de cada candidato. De acordo com o Ibope, 26% dos entrevistados não votariam em Pantaleão; 24% não votariam em José Gomes e 21% não dariam voto a Jair Pedro.

Paulo Câmara tem 20% de rejeição, enquanto Miguel Anacleto tem 19% e Armando Monteiro Neto, 14%. Disseram que poderiam votar em todos, 15%, e 35% não souberam ou não responderam.

Senado

A disputa pelo Senado é liderada pelo deputado federal João Paulo (PT), que tem 37% das intenções de voto. Fernando Bezerra Coelho (PSB) aparece em segundo, com 16%. Simone Fontana (PSTU) tem 3% e Albanise Pires (PSOL), 1%. Brancos e nulos somam 17%. Não sabe ou não respondeu, 25%.

João Lyra Neto

A pesquisa também avaliou o desempenho do governador João Lyra Neto (PSB), que assumiu o governo de Pernambuco no dia 4 de abril, com a renúncia de Eduardo Campos para disputar a Presidência da República.

Apenas 3% dos entrevistados consideraram a administração de Lyra Neto ótima, enquanto 19% consideraram boa. Para 40% dos entrevistados, a gestão do pessebista é regular.

Os que disseram que a gestão é ruim somam 7%, e os que avaliam como péssima, 9%. O percentual de entrevistados que não souberam ou não responderam é de 22%.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave