Donos do Manchester United colocam 5% das ações à venda

Cerca de 8 milhões de ações do clube foram colocadas na Bolsa de Nova York pela família Glazer, que administra os Red Devils

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Grupo inglês foi comandado por Wayney na incrível goleada, em plena casa do adversário
MANCHESTER UNITED/DIVULGAÇÃO
Grupo inglês foi comandado por Wayney na incrível goleada, em plena casa do adversário

A família Glazer, que controla o Manchester United, decidiu colocar à venda cerca de 8 milhões de ações do clube na Bolsa de Nova York, segundo anunciou o próprio Manchester nesta quarta-feira. Isso significa que cerca de 5% do time, um dos mais valiosos do mundo, ficará na mão de novos investidores.

A última chamada pública dos Glazer havia acontecido em 2012, quando eles venderam cerca de 10% das ações que lhes pertencia. Como as ações do Manchester fecharam o dia em Nova York valendo US$ 19,31 nesta quarta-feira, a expectativa agora é que o grupo norte-americano arrecade cerca de US$ 160 milhões e renove a confiança na equipe, que fez uma péssima temporada e está fora da próxima edição da Liga dos Campeões.

Proprietário do Manchester desde 2005, o bilionário norte-americano Malcolm Glazer morreu em março, aos 85 anos. Apesar das críticas da torcida, sob seu comando o clube conquistou o Campeonato Inglês cinco vezes (2007, 2008, 2009, 2011 and 2013), tendo vencido também a Liga dos Campeões e o Mundial de Clubes em 2008.

No mês passado, o Manchester United anunciou que assinou com a Adidas por um acordo que vai lhe render US$ 1,3 bilhões por 10 anos de contrato. O clube, porém, vai deixar de ganhar por volta de US$ 60 milhões por ficar fora da Liga dos Campeões desta temporada. Se isso se repetir no ano que vem, uma cláusula permite à Adidas pagar 30% menos ao ano.

Leia tudo sobre: manchester unitedfutebolinglesaçõesdinheirolucros